×

Inflação | Aumento de preços é o maior desde 2016, segundo IPCA: 1,42% em setembro e 10,05% no ano

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) foi a 1,14% em setembro, o maior desde fevereiro de 2016 e o maior para um mês de setembro desde 1994. Inflação está corroendo os salários dos trabalhadores. Em 12 meses, o IPCA-15 acumula alta de 10,05%.

sexta-feira 24 de setembro | Edição do dia

Cartaz de 2020 denunciando, já na época, aumento do preço dos alimentos

A política econômica do governo Bolsonaro, junto do Congresso Nacional, está fazendo uma devassa no poder de compra dos trabalhadores. A inflação é galopante e vem afetando a todos, mas principalmente os mais pobres. Segundo IPCA-15, o aumento em setembro foi o maior desde fevereiro de 2016, quando a situação já estava drástica. Contabilizando apenas o mês de setembro, nosso paralelo remonta ao governo de Itamar Franco, em 1994…

- Sobre esse mesmo tema, leia o Editorial MRT que apresenta um programa operário para que sejam os capitalistas que paguem pela crise

Veja tabela abaixo elaborada pelo IBGE:

Boa parte desses aumentos ocorrem em função do aumento do preço dos combustíveis, motivados fundamentalmente pela política criminosa do governo Bolsonaro em tabelar o preço dos combustíveis de acordo com os interesses do mercado internacional. Isso afeta o preço de tudo.

Mas não é só isso, a alta do dólar encarece os alimentos e produtos importados, bem como favorece a exportação do agronegócio em detrimento do mercado interno. É uma bola de neve em que quem sai pagando são os trabalhadores e os mais pobres, enquanto os bancos e grande latifundiários nadam em dinheiro. Veja a relação do aumento entre algumas capitais.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias