Política

LAVA-JATO

Movimento pró-Lava Jato fez ato esvaziado na Paulista no domingo

O movimento Eu Quero um Brasil Ético, formado por personalidades políticas e jurídicas como Modesto Carvalhosa e Hélio Bicudo, autor do pedido de impeachment de Dilma, chamou um ato em defesa da Lava Jato, do juiz Sérgio Moro no último domingo na Paulista. O Ato durou das 10h às 13h e permaneceu esvaziado.

segunda-feira 31 de julho| Edição do dia

Durante o ato discursaram personalidades como o comediante Marcelo Madureira, ex-Casseta e Planeta. Modesto Carvalhosa também lançou sua candidatura à presidência diante de uma possível eleição indireta.

O ato também defendeu o processo contra Temer, que deve ser votado nesta quarta-feira na Câmara dos Deputados. Em sua página pessoal, o advogado Luiz Flávio Gomes, fundador do movimento, destacou que o ato era “contra todos os corruptos”. No panfleto de divulgação, destacou: “Fora Temer! Fora Lula! Fora Aécio”!

Em sua página no facebook no domingo, durante o ato, Modesto Carvalhosa publicou: “Estou na Paulista por um Brasil decente - além dos juristas, da imprensa e demais figuras públicas, o povo já começou a chegar! Queremos o fim do fundo partidário, candidaturas civis independentes e combate implacável à corrupção”

Kim Kataguiri, líder do MBL, esteve presente no ato, mas não discursou no caminhão de som. Thereza Collor, conhecida como "musa do impeachment" do ex-cunhado Fernando Collor de Mello e hoje filiada ao PSDB também estava presente.

Leia mais: A arbitrariedade jurídica da sentença de Moro é uma ameaça aos negros e aos trabalhadores

Leia mais: Condenação de Lula ajuda a esconder a raiva dos trabalhadores contra a reforma trabalhista

Leia mais: A Lava Jato como parte da disputa entre imperialismos




Tópicos relacionados

Operação Lava-Jato   /    Operação Lava Jato   /    Política

Comentários

Comentar