Política

ATO PRÓ-GOLPE

[VÍDEO] Bolsonaristas agridem violentamente mulher em Porto Alegre durante ato nesse domingo

domingo 19 de abril| Edição do dia

Cerca de 200 pessoas se reuniram em frente ao Comando Militar, no centro de Porto Alegre, nesse domingo, para exigir intervenção militar, fechamento do Congresso e do STF e o fim da quarentena. Durante o vídeo, captado por Jefferson Botega, é possível enxergar os atos violentos dos manifestantes, espancando pessoas que passavam por perto vestindo vermelho e em especial uma mulher que recebe um soco na cara.

No vídeo, é possível ver 5 pessoas saindo do ato pacificamente e sem falar nada, quando de repente um homem alto sai do meio do ato e covardemente chuta um homem pelas costas e depois dá um soco na cara de uma jovem mulher. As agressões continuam mesmo com as pessoas saindo de perto do ato, explicitando a covardia e violência dos manifestantes pró-golpe. Veja o vídeo abaixo.

Nas redes sociais, a mulher agredida mostrou que fez um B.O. na delegacia contra o agressor e pede ajuda para o reconhecerem. Veja o link da denúncia aqui.

Ações como essas escancaram a barbárie que representa Bolsonaro e seus seguidores. O ato tem como reivindicações centrais a volta de um regime ditatorial, dos porões da tortura e do negacionismo da pandemia. Ao mesmo tempo, os brutamontes golpistas se escondem por trás de dezenas para espancar pelas costas 5 pessoas que pensam de modo diferente. É preciso repudiar amplamente esse ato e medidas como essas, esse agressor ser punido e rechaçarmos a defesa do golpe militar e de tudo o que representa.

Abaixo, é possível ver fotos da mulher agredida, do B.O. feito e do agressor. Depois, algumas fotos das bandeiras golpistas do ato.









Tópicos relacionados

Coronavírus   /    Governo Bolsonaro   /    golpe   /    Golpe militar   /    Jair Bolsonaro   /    Machismo   /    STF   /    Porto Alegre   /    Política

Comentários

Comentar