×

O futuro da juventude negra | Uma em cada cinco pessoas mortas pela polícia em SP é uma criança ou adolescente negro

Em um estado em que a população negra chega a ser de 36%, 1 em cada 5 pessoas assassinadas pela, em sua grande maioria negra. Isso mostra o caráter racista e reacionário da polícia do PSDB.

quarta-feira 22 de junho | 17:44

Estudos indicam número alarmante de adolescentes e crianças assassinados pela polícia entre 2015 e 2021. Só neste período foram 1.335 pessoas de até 19 anos assassinadas pela polícia. Essa é a cara do PSDB que já na época de Alckmin atual vice da chapa de Lula mostrava ser um grande inimigo da juventude negra. Denunciamos o conteúdo racista de seu governo em São Paulo aqui

No último período 63,4% das pessoas mortas pela polícia paulistana eram negras. Esse é o resultado do aumento de discursos e ações racistas que vem se aprofundando desde o golpe institucional, mas sobretudo com Bolsonaro, Mourão e os militares. No caso de São Paulo, esses dados alarmantes mostram que do ponto de vista do recrudescimento das forças policiais Doria e cia também impulsionam o aprofundamento do racismo estrutural e da violência policial.

Também vimos no último período aumentar os debates sobre uma polícia mais ”cidadã” que pudessem ser controlada com câmeras nos policiais como a saída para o fim dos assassinatos cometidos pela polícia. Ainda que em São Paulo isso tenha reduzido o número de confrontos, em nada isso permite afirmar que é o elemento que coloca um fim a violência policial, não precisar de muitos exemplos, basta relembrar o caso de George Floyd, seu assassinato foi filmado também pela câmera de seu assassino. Por outro lado, em estados como o Rio de Janeiro a ultilização de câmeras nas viaturas existe a algum tempo e nem por isso impediu o estado de bater recorde de assassinatos de negros cometidos pela polícia.

São inúmeras as denúncias contra a PM de São Paulo, por exemplo, de violência, agressões, abusos e assassinatos, com ou sem câmera, sendo ou não filmados por qualquer pessoas, a polícia sempre vai cumprir seu papel de classe. No Brasil isso significa que irá proteger a propriedade privada frente aos trabalhadores e o povo pobre que são em sua maioria negros e negras.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias