PRIVATIZAÇÃO

Sartori contrata PricewaterhouseCoopers para privatizar estatais

A consultoria norte-americana vai apresentar auditoria da CEEE para que governo convença deputados da privatização de estatais gaúchas.

domingo 2 de abril de 2017| Edição do dia

Uma das maiores empresas de consultoria e auditoria do mundo, a norte-americana PricewaterhouseCoopers, vai entregar ao Piratini uma auditoria detalhada das contas da CEEE (Companhia Estadual de Energia Elétrica) a fim de melhor convencer os deputados da proposta de privatização. A CRM (Companhia Rio-Grandense de Mineração), outra estatal gaúcha, também está na mira do governo e visa ser privatizada como parte do plano de descarregar a crise nas costas dos trabalhadores e vender as empresas estatais para grandes corporações capitalistas.

Para além de ser considerada uma das “top 4” empresas do ramo a nível mundial, oferecendo serviços a grandes empresários e governos pelos quatro cantos do planeta, a empresa é envolvida em uma série de escândalos internacionais, como o chamado Luxemburgo Leaks. À época, em 2014, a PricewaterhouseCoopers e outras 3 gigantes da área teriam feito uma operação de desvio de recursos bilionários, utilizando paraísos fiscais como o de Luxemburgo.

Para além da CEEE e CRM, conta-se na lista de possíveis privatizações de Sartori também a Sulgás, a Corsan e o Banrisul. Consultorias como essas representam o aval por parte do capital estrangeiro para a venda das estatais, aprofundando um processo que se desenvolve a nível nacional de entrega de nossas riquezas e serviços a grandes transacionais cujas sedes se encontram bem longe daqui.

Com informações da Radio Gaúcha




Tópicos relacionados

Sartori   /    Porto Alegre   /    Caxias do Sul   /    Crise gaúcha

Comentários

Comentar