Política

RIO GRANDE DO SUL

Eduardo Leite é eleito governador do RS apoiando Bolsonaro para aprofundar o que fez Sartori

O candidato do PSDB Eduardo Leite está eleito governador no Rio Grande do Sul. O tucano apoiou Bolsonaro menos entusiasticamente do que Sartori mas aprofundará o que ele vem fazendo com a aplicação do Regime de Recuperação Fiscal, que prevê privatizações, congelamento de salários e proíbe novas contratações.

domingo 28 de outubro| Edição do dia

Neste domingo (28) Eduardo Leite foi eleito governador do Rio Grande do Sul com 53,49% dos votos. José Ivo Sartori ficou com 46,51%. As abstenções ficaram em 18,9% e os brancos e nulos correspondem a 4,35% e 9,49% respectivamente.

Eduardo Leite apoiou Jair Bolsonaro (PSL), embora não tenha sido tão entusiasta dele quanto Sartori (MDB), então governador do estado que concorria com ele. O Rio Grande do Sul segue sem nunca ter reeleito um governador.

Segundo o governador eleito o Regime de Recuperação Fiscal de Temer é "parte da solução". Além de privatizações a medida prevê congelamento de salários, proíbe contratações e exige privatizações de estatais do setor financeiro, de energia e de saneamento, entre outros. Com Bolsonaro na presidência Eduardo Leite dará continuidade e aprofundará o que vinha fazendo Sartori.

Leite contou inclusive com um apoio "não-oficial" do PCdoB e do PT, como se fosse diferente de Sartori. Devemos esperar o aprofundamento dos ataques que só poderão ser enfrentados com a força da mobilização.




Tópicos relacionados

Rio Grande do Sul   /    Porto Alegre   /    Caxias do Sul   /    Política

Comentários

Comentar