Política

CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DA CEDAE

SEPE chama paralisação e ato da rede estadual no dia 7 contra privatização da CEDAE

sexta-feira 3 de fevereiro de 2017| Edição do dia

O SEPE RJ está convocando os professores da Rede Estadual para paralisação neste dia 7, para compor em ato contra a privatização da CEDAE. Reproduzimos abaixo a nota do sindicato:

O SEPE convoca os profissionais da rede estadual para uma paralisação de 24 horas no dia 7 de fevereiro, dia marcado para a votação na ALERJ da privatização da CEDAE. A previsão é de que os deputados votem esse item neste dia, mas a votação pode se estender até a quinta-feira, dia 9/2. No caso disto acontecer, orientamos a categoria a paralisar na terça-feira (dia 07/2) e a participar do ato de protesto na ALERJ, a partir do meio dia. Se a votação não acontecer na terça-feira, também paralisaremos no dia 9/2 (quinta-feira). A categoria deve ficar atenta à informações que disponibilizaremos no site e, também, no dia da primeira manifestação (dia 7/2) na ALERJ.

A privatização da CEDAE integra o pacote de medidas que o governador Pezão, mais uma vez, tenta aprovar na Alerj, depois do acordo feito com o governo federal, com vistas a regularizar a situação financeira do estado. O presidente do Legislativo, Jorge Picciani (PMDB), já disse que apoia a medida e quer colocá-la em votação o mais rapidamente possível.

Alertamos que os profissionais de educação devem ficar atentos para as convocações do sindicato, já que outras mobilizações serão necessárias para barrar este e outros itens contidos no novo pacote de maldades de Pezão e que podem entrar na pauta de votações do Legislativo a qualquer momento, como o aumento da contribuição previdenciária de 11% para 14% e a criação de uma taxa extra de 8%, além do programa de demissão voluntária e o congelamento salarial nos próximos anos.




Tópicos relacionados

Luiz Fernando Pezão   /    Crise no Rio de Janeiro   /    Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar