Educação

CONTRA OS ATAQUES A CONVENÇÃO COLETIVA E A REFORMA TRABALHISTA

Professores de mais de 70 escolas particulares paralisarão no dia de amanhã em SP

Em continuidade da luta contra os ataques a convenção coletiva da categoria que a patronal busca impor, se apoiando na reforma trabalhista, professores de mais de 70 escolas particulares confirmam paralisação amanhã (29).

segunda-feira 28 de maio| Edição do dia

(Foto: Gabriela Bueno Ziebert/Sinpro-SP/Divulgação)

Professores da rede particular promoverão mais uma paralisação no dia de amanhã (29) dando continuidade a luta pela manutenção de seus direitos assegurados pela Convenção Coletiva da categoria, que o sindicato da patronal busca atacar, apoiando-se na reforma trabalhista.

Leia mais: Professores da rede particular decidirão dia 19 sobre greve contra o avanço da reforma trabalhista

Seguindo as ações tomadas na última quarta (23), em que diversas escolas amanheceram paralisadas e um ato de professores e alunos em solidariedade reuniu centenas de pessoas na Avenida Paulista, amanhã os professores realizarão uma série de atividades. A agenda de mobilização para terça-feira começa cedo. Aulas públicas estão programadas em diversos pontos da cidade. No período da tarde, depois da assembleia, os professores se juntarão a outros grupos numa concentração na estação Santa Cruz do metrô e devem seguir em passeata até a Avenida Paulista.

Numa demonstração de força do movimento, uma lista preliminar levantada pelo sindicato da categoria, SinproSP, apontou mais de 70 escolas que paralisarão no dia de amanhã. Confira abaixo:

1. Abilita
2. Alecrim
3. Anglo 21
4. Anglo Leonardo da Vinci
5. Anglo Vestibulares São Paulo (unidades Tamandaré, Sergipe e João Dias) **
6. Ânima
7. Arete
8. Arraial das Cores
9. Ateneu Osasco
10. Bakhita
11. Be.Living
12. Carandá – Viva vida
13. Carlitos
14. Casinha
15. Col. Cristo Rei
16. Colégio Anglo São Paulo **
17. Colégio Nova Estrela Guia
18. Colégio Pedroso e Oliveira (fund 2 e médio)
19. Colégio Santa Maria** (Ensino Médio)
20. Costa Zavagli
21. E. Fazendo Arte
22. E. Jacarandá
23. Emilie de Villeneuve
24. Equipe
25. Escola da Vila*
26. Escola do Bairro
27. Escola Miguilim
28. Escola Vera Cruz
29. Escola Viva
30. Espaço Brincar
31. Estilo de Aprender
32. Estrela Guia
33. Friburgo
34. Giordano Bruno
35. Gracinha
36. Grão de Chão
37. Ítaca
38. Lumiar
39. Madre Cabrini***
40. Magister
41. Maple Bear Granja Julieta
42. Maple Bear Jaguaré**
43. Notre Dame
44. Novo Ideal
45. Ofélia Fonseca
46. Oswald
47. Parâmetros
48. Pataxó
49. Pentágono (3 unidades)
50. Playpen
51. Politeia
52. Primeira
53. Projeto Vida **
54. Rainha da Paz
55. Recreio
56. Santa Amália
57. Santa Amália Tatuapé
58. Santa Clara
59. Santa Cruz*
60. Santa Maria de Nazaré
61. Santi
62. São Domingos
63. Simão Frugis
64. Teia de Aprendizagens
65. Teia Multicultural
66. Tutor School
67. Viver
68. Waldorf Aitiara (Botucatu)
69. Waldorf Francisco de Assis
70. Waldorf Guayi
71. Waldorf Micael
72. Waldorf Ribeirão Pires
73. Waldorf São Francisco de Assis
74. Waldorf São Paulo
* paralisação total à tarde; atividades "temáticas" na parte da manhã e à noite.
** paralisação parcial
*** grande pressão sobre os professores na manhã de hoje, talvez haja recuo




Tópicos relacionados

Greve professores SP   /    Educação   /    São Paulo (capital)

Comentários

Comentar