#30J

Paraná: correios, metalúrgicos, professores, bancários e petroleiros param contra os ataques

sexta-feira 30 de junho| Edição do dia

Milhares de pessoas estão nas ruas se manifestando contra os ataques aos trabalhadores. Os professores bancários, trabalhadores dos correios, além de metalúrgicos e petroleiros aderiram à paralisação em defesa de seus direitos, e a capital do estado, Curitiba promete ter uma adesão importante dos trabalhadores. As 7h da manhã parte dos trabalhadores se localizava diante da fábrica da Bosch, no bairro da Cidade Industrial.

Neste horário, também havia manifestação em frente à Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, e na Renault, em São José dos Pinhais. Trabalhadores da coleta de lixo da capital também decidiram aderir aos protestos. Desde o início da manhã eles estavam reunidos em frente à empresa. A entrada em cena da classe trabalhadora é fundamental para derrubar as reformas e Temer. Com essa importante adesão dos trabalhadores do Paraná, se mostra que a “república do golpe” defendida por Sergio Moro para descarregar a crise nas costas dos trabalhadores, encontra uma importante oposição. Durante todo o dia o Esquerda Diário noticiará as manifestações por todo o país.




Tópicos relacionados

#30J   /    Greve Geral   /    Paraná   /    Reforma da Previdência   /    Reforma Trabalhista

Comentários

Comentar