Política

ELEIÇÕES 2018

"Ninguém quer saber de jovem com senso crítico", Bolsonaro defende colégios militares em todas as capitais

quarta-feira 1º de agosto| Edição do dia

Após os absurdos ditos durante sua entrevista no programa Roda Viva, Jair Bolsonaro, pré-candidato do PSL, não deu descansou e na capital capixaba, Vitória (ES), afirmou sua intenção de criar colégios militares em todas as capitais do país, pois "ninguém quer saber de jovem com senso crítico" e que, na nova rede de escolas, "ninguém vai assistir a filme de sacanagem em nome da diversidade".

A fala do capitão reformado, para uma plateia de militantes num ginásio com pouco público em Vitória (ES), ocorre justamente num contexto, revelado pela Folha, de que em 2018 a proporção de jovens de 16 e 17 anos que tiraram título de eleitor teve a primeira alta desde 2006.

Na esteira do obscurantismo de ideias defendido por propostas como o Escola sem Partido, nos planos do presidenciável, até o ensino do uso e da importância de métodos contraceptivos nas aulas de biologia seriam extintos, porque "quem decide o sexo é papai e mamãe".

Em um contexto em que na Argentina as mulheres se aproximam de conseguir o direito ao aborto, as posições de Bolsonaro demonstram seu reacionarismo e do eleitorado com que dialoga. Demonstrando a importância de em nosso país impulsionarmos uma batalha para impor a legalização do aborto, para que mulheres não percam suas vidas frente ao reacionarismo e obscurantismo de ideias como as propagadas pelo candidato.




Tópicos relacionados

Eleições 2018   /    Bolsonaro   /    Política

Comentários

Comentar