Política

VOZ ANTICAPITALISTA CAMPINAS

Mais de 150 vozes anticapitalistas nesse domingo em Campinas

Ontem, nós do MRT lançamos minha pré-candidatura a vereador na cidade de Campinas pelo PSOL. Foi um orgulho estar ao lado de mais de 150 pessoas que passaram pela atividade, que encheram de energia e disposição o início da construção de uma voz anticapitalista até as eleições.

Danilo Magrão

Professor de sociologia da rede pública

segunda-feira 8 de agosto| Edição do dia

A presença de meus colegas professores e professoras de diversas escolas estaduais, trabalhadores de diversas categorias(correios, servidores municipais, telemarketing, metalúrgicos, outros), amigos, familiares, estudantes da Unicamp, PUC, Anhanguera, Unip e Cotuca, além de secundas e jovens do Ouro Verde e de toda a cidade, mostrou que podemos construir uma forte voz coletiva e anticapitalista.

Estiveram presentes também Marcela Moreira, candidata a prefeita pelo PSOL em Campinas, professores de Jundiaí e militantes do PSOL dessa cidade, a professora Maíra Machado, militante do MRT e candidata a vereadora pelo PSOL em Santo André, Antônio Junior e outras companheiras do MAIS, e sapateiros de Franca. Em breve teremos a cobertura completa em nossa página no face e no portal de notícias Esquerda Diário.

Depois do excelente debate, a poetisa Letícia emocionou muita gente, e na sequencia rolou um som junto com meus queridos amigos da banda Baiock que fez todo mundo dançar e se divertir. Se Jonas cancela a Virada e outros shows, dá calote nos artistas e reprime as batalhas de MCs, nós queremos uma cidade que tenha arte por toda a parte!

Agradeço a presença de todas e todos: jovens, mulheres, LGBTs, negras e negros, trabalhadoras e trabalhadores. Vamos todos juntos construir essa #VozAnticapitalista em Campinas, e seguramente muitas outras e outros virão.

Precisamos de uma alternativa política dos trabalhadores e da juventude diante da crise política de nosso país. Jonas e Alckmin estão juntos com o governo golpista de Temer para arrancar ainda mais direitos, privatizar a saúde, o transporte e a educação, acabar com a aposentadoria e seguir a corrupção estrutural em nosso país. Mas não esquecemos que foi o governo do PT que abriu caminho pra direita, que colocou o abusador Feliciano na comissão de direitos humanos, permitindo a ofensiva contra os direitos das mulheres e LGBTs, e nem que era o mesmo PT que governava Campinas junto com o corrupto de Dr. Hélio.

A nossa voz vem para dizer que escola é lugar de debate de idéias, de respeito a diversidade, e por isso não vamos aceitar a Emenda da Opressão de Campos Filho e que queremos uma #EscolaSemFrota. Para dizer que o vereador deve receber igual a um professor. É preciso acabar com os privilégios dessa casta política, eles devem viver igual a você, trabalhador. Viemos também para dizer que é necessária uma solução para o desemprego nessa cidade: é preciso uma lei na cidade que impeça as demissões, as grandes empresas lucraram milhões nos últimos anos, e são elas que devem arcar com a crise do capitalismo, não os trabalhadores.

Vem com a gente debater e construir essas e outras propostas. Essa campanha é coletiva e nós do Movimento Revolucionário de Trabalhadores (MRT) contamos com sua ajuda. Ajude a organizar um comitê anticapitalista em sua escola, cursinho, universidade, no seu local de trabalho, no seu bairro, na sua família. Contra os políticos mafiosos e suas campanhas milionárias, sejamos uma força militante de centenas de jovens e trabalhadores que construa essa campanha até outubro. Merecemos outro futuro!




Tópicos relacionados

Pré-candidatos MRT   /    Política

Comentários

Comentar