×

Violência Policial | Grotesco: PMs celebram saída da prisão de policiais suspeitos de estupro e tortura no Pará

Os policiais que chegaram a serem vistos num vídeo dentro do Quartel da Ronda Tática Metropolitana (Rotam) celebrando a ação foram exonerados de seus cargos.

quinta-feira 25 de novembro | Edição do dia

IAMGEM: Reprodução

Os policiais que chegaram a serem vistos num vídeo dentro do Quartel da Ronda Tática Metropolitana (Rotam) celebrando a ação foram exonerados de seus cargos

Na última segunda-feira (22), policiais militares envolvidos num vídeo onde os mesmos estavam comemorando a libertação de quatro outros agentes que estavam presos desde setembro por suspeita de crimes de estupro e tortura, foram exonerados de seus cargos, conforme registrado no boletim geral da Polícia Militar do Pará.

O caso vem sendo investigado por apologia aos crimes, com a gravação tendo sido feita num quartel da Ronda Tática Metropolitana (Rotam). Aos berros e gritos de guerra, tal situação grotesca se referia diretamente a libertação de policiais suspeitos desses crimes, cuja vítima seria uma jovem de 18 anos, que teria sido supostamente torturada e abusada sexualmente em julho deste ano, na cidade de Ananindeua, na região metropolitana de Belém.

Novamente, a sociedade se depara com a face mais cínica dessa instituição voltada a defender não só os interesses da burguesia, como seus valores e privilégios. Enquanto isso, a população cada vez sofre com índices de violência policial cada vez maiores, além da sua impunidade.

Leia Também: “Fizemos uma ‘baguncinha’ no Salgueiro”, suposto perfil de PM miliciano debocha de chacina no Rio




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias