Política

PREVIDÊNCIA

Governo Temer faz ’pente-fino’ para cortar auxílio-doença e aposentadoria de beneficiários

O governo federal convocou 152 mil beneficiários para perícia e a tendência é que tenha ainda mais cortes de benefícios que o ano passado.

quinta-feira 12 de abril| Edição do dia

O governo federal convocou 152 mil beneficiários de auxílio doença e aposentadoria por invalidez a se apresentarem até 04/05 no INSS para um exame de revisão dos seus benefícios. O edital de notificação é a segunda etapa de um processo realizado desde 2016 pelo governo golpista, que tem como objetivo realizar um exame de perícia em cerca de 1,2 milhão de beneficiários.

No primeiro edital, lançado em março de 2017, o governo convocou 94 mil aposentados por invalidez e beneficiários de auxílio-doença para esta mesma perícia, e o chamado ‘pente-fino’ do governo Temer se provou de fato realmente fino e seletivo. Foram cerca de 80 mil benefícios cortados pelo INSS, o que representa um valor no entorno de 85% de pessoas que deixaram de receber o auxílio do governo.

O ‘pente-fino’, que prevê ainda atingir milhares de beneficiários, é umas das formas com que Temer busca correr atrás do prejuízo de não ter conseguido aprovar a Reforma da Previdência, atacando diretamente a classe trabalhadora. Se mantiver a porcentagem do primeiro edital, Temer será responsável por retirar o benefício de mais 129 mil pessoas.

Essa é mais uma medida do governo Temer para atacar o direito dos trabalhadores enquanto mantém o lucro dos empresários e banqueiros. Descarregando nas costas dos trabalhadores a crise econômica ao mesmo tempo que garante isenções fiscais e perdoa dívidas de empresários.




Tópicos relacionados

Reforma da Previdência   /    Governo Temer   /    Michel Temer   /    Política

Comentários

Comentar