Sociedade

OLIMPÍADAS PRA QUEM?

Filho de Picciani, Paes e Pezão podem ter multa de 10 milhões diários por falta de legado olímpico

sexta-feira 7 de julho| Edição do dia

A multa diária, solicitada pelo Ministério Público Federal do Rio de Janeiro, é referente a falta da apresentação de um “plano de legado olímpico”. Em junho de 2016 foi movida uma ação civil pública que exigia a apresentação do documento onde devia constar a indicação dos equipamentos, obras e reformas realizadas com verbas públicas.

O Ministério Público quer que sejam multados individualmente Leonardo Picciani (filho de Jorge Picciani atual preside a ALERJ), Eduardo Paes (prefeito da cidade do Rio durante as olimpíadas de 2016) e Luiz Fernando Pezão (Governador do Estado do Rio de Janeiro).

O documento deveria ter sido apresentado para o Tribunal de Contas da União antes do inicio dos jogos. A procuradoria alega, no entanto, que a documentação apresentada não corresponde ao solicitado. Concretamente, após um ano da ação civil pública movida pelo MP- RJ ainda anão se sabe onde foi gasto a parcela de verba pública do evento realizado na cidade do Rio de Janeiro que custou mais de 41,03 bilhões de reais.




Tópicos relacionados

Luiz Fernando Pezão   /    Olimpíadas   /    Sociedade   /    Rio de Janeiro

Comentários

Comentar