Política

ELEIÇÕES ABC

Falcatruas e corrupção: essa é a marca das eleições de Santo André

Com sete candidatos a prefeito, Santo André conta com 5 golpistas e com Carlos Grana, petista que não pronuncia a palavra golpe, mesmo nesse momento em que se consolida o golpe institucional da direita no Senado Federal. Sim, entre os candidatos, a defesa de um governo de ataque aos trabalhadores é extremamente presente. Entre eles, os três principais tiveram pedido de impugnação da candidatura por falta de documentação ou problemas jurídicos que não foram ainda esclarecidos. Eles são o atual prefeito Carlos Grana do PT, Aidan Ravin do PSB e Paulinho Serra do PSDB.

Maíra Machado

ABC paulista

sexta-feira 26 de agosto| Edição do dia

Aidan e Paulinho estão em dívida com a documentação, justamente porque, quando ocuparam seu último cargo de vereadores da cidade de Santo André, receberam subsídios da câmara dos vereadores, medida ilegal, usada sempre pelos políticos da ordem para suas campanhas eleitorais. Aidan também tem problemas com o TCE, assim como o atual prefeito Carlos Grana, que tem sido manchete nos jornais pelo imenso desvio de verbas e dívidas da prefeitura.

Como já denunciamos, Grana deve R$28 milhões para a Fundação Santo André e a ciclovia que construiu na cidade é superfaturada e esburacada. Não podemos fechar os olhos para tantos problemas, os políticos tradicionais já mostraram que governam em benefício próprio e contra a população, mas apenas eles por terem dinheiro e tempo no rádio e na TV aberta podem fazer propaganda do que defendem e de suas mentiras para seguirem nos cargos públicos.

Basta! Venham construir outra política, com centenas de jovens, mulheres, trabalhadores e negros. Por uma voz que possa expressar nossas demandas e a luta contra os poderosos e seus ataques.




Tópicos relacionados

Eleições 2016   /    Política

Comentários

Comentar