Política

SONEGAÇÃO

Empresas devem quase R$ 500 bi ao INSS, suficiente para um ano de aposentadoria para todos

Relatório da CPI da previdência afirma que empresas privadas devem perto de 450 bilhões, e esse valor sonegado poderia pagar todos os beneficiários por pelo um ano.

quarta-feira 25 de outubro| Edição do dia

Nesta ultima segunda-feira (23) o senador Hélio José (Pros-DF) apresentou seu relatório final na CPI da Previdência. E em seu relatório, as empresas privadas devem R$ 450 bilhões à Previdência e, para piorar a situação, conforme a Procuradoria da Fazenda Nacional, somente R$ 175 bilhões correspondem a débitos recuperáveis. Foram autorizados a dar um calote de quase R$ 300 bilhões, o que equivalente ao orçamento das universidades federais por quase 20 anos.

Esse débito decorre do não repasse das contribuições dos empregadores, mas também da pratica empresarial de reter a parcela contributiva dos trabalhadores, o que configura um duplo malogro; pois, além de não repassar o dinheiro à previdência esses empresários embolsam recursos que não lhes pertencem – alegou o relator.

Os casos emblemáticos de sonegação que recorrentemente são negligenciados por ausência de fiscalização e meios eficientes para sua efetivação são estarrecedores e representam um sumidouro de recursos de quase impossível recuperação em face da legislação vigente.

Se formos comparar o valor desde divida com o valor do orçamento da Previdência Social gasto em 2016 que foi de 493 bilhões. Somente o a divida pagaria pelo menos um ano de aposentadorias, pensões e benefícios a todos trabalhadores brasileiros.

Mesmo após a apresentação do relatório, não houve uma cobertura por parte da grande mídia que a serviço da burguesia não quer divulgar as sonegações dos grandes empresários. A reforma da Previdência não tem justificativa técnica, trata-se de garantir lucros aos capitalistas e fazer que os brasileiros trabalhem até morrer.




Tópicos relacionados

Reforma da Previdência   /    Política

Comentários

Comentar