Política

#28A

Em dia histórico, mídia tendenciosa tenta diminuir greves para apoiar a reforma da previdência

Cobertura tendenciosa da mídia nesse dia 28 de Abril, dia de paralisação nacional, esta se esforçando para noticiar uma relativa normalidade no país. Tentando esconder as fortes greves de diversas categorias que param as principais capitais e cidades, tudo para apoiar a rechaçada reforma da previdência. Esse dia 28 já é maior que a paralisação que ocorreu no dia 15, e uma das maiores paralisações em décadas na história do Brasil.

sexta-feira 28 de abril de 2017| Edição do dia

Apesar da grande paralisação nacional que ocorre nessa sexta, a mídia se esforça para noticiar uma relativa normalização, fazendo uma cobertura tendenciosa para na verdade apoiar a reforma da previdência encampada pelo governo Temer.

Enquanto anda pelas ruas buscando algum gato pingado que critique a paralisação, com muita dificuldade. Tenta esconder a ampla greve de rodoviários, metroviários e trens, que paralisam as principais capitais, inclusive São Paulo, com 100% do metro e trem parados que conta com amplo apoio popular.

Em cada cobertura os jornais buscam enfatizar que há normalização dos serviços e “liberação de vias”, que é na realidade a repressão da polícia contra os trabalhadores. Todo o intento da mídia que apóia a reforma da previdência, é girar a opinião publica que rechaça amplamente o governo Temer, contudo não só as greves se mostram mais fortes, mas também contam com amplo apoio.




Tópicos relacionados

#28A   /    Política

Comentários

Comentar