Internacional

ATOS DO 1 DE MAIO NA ARGENTINA

Em Neuquén, dia de luta pela educação e contra o golpe no Brasil

O dia de hoje foi de paralisações e lutas pela educação em Neuqun, com manifestações organizadas pelos sindicatos de professores das escolas de ensino básico (ATEN – Asociación de Trabajadores de la Educación de Neuquén), funcionários públicos (ATE – Asociación de Trabajadores del Estado) e paralisação nacional dos professores universitários.

sábado 30 de abril de 2016| Edição do dia

Os professores das escolas de ensino básico fecharam um acordo com o governo local há um mês, mas o reajuste salarial conquistado já foi completamente absorvido pela inflação, que atinge os 30% desde que Macri assumiu a presidência, e pelos impostos ao salário. Os integrantes da Agrupação Violeta Negra, de funcionários públicos, se juntou ao ato da ATEN, como parte de uma política de unificação das lutas e contra a vontade das direções burocráticas do ATE e do ATEN, já que suas pautas muitas vezes convergem, como por exemplo o aumento de verba para o pagamento das aposentadorias e direitos trabalhistas. As três direções sindicais impuseram assim três manifestações simultâneas em Neuquén, ao mesmo tempo que as cinco principais centrais sindicais do país realizaram uma mobilização em Buenos Aires as vésperas do 1 de Maio (sem paralisações), na qual o PTS apresentou uma política independente com a proposta de uma Paralisação Nacional para barrar os ajustes, as demissões e os ataques aos direitos democráticos.

Raul Godoy, deputado da Frente de Esquerda e dos Trabalhadores pelo PTS, compôs a manifestação dos professores junto ao Sindicato de Operários e Empregados Ceramistas de Neuquén, levando todo apoio à mobilização.

Ao final da manifestação, Raul Godoy, as agrupações Violeta Negra (Funcionários Públicos), Agrupação Negra (Professores), Lista Bordó Marron (Ceramistas) e os demais militantes e simpatizantes do PTS presentes, junto a Marie Castañeda, militante do MRT e coordenadora do Centro Acadêmico de Ciências Humanas da UNICAMP, gravaram um vídeo de apoio aos trabalhadores e jovens que estão em luta contra o reacionário golpe institucional. Vejam vídeo abaixo:




Tópicos relacionados

Impeachment   /    Primeiro de Maio   /    Internacional

Comentários

Comentar