Política

RIO DE JANEIRO

Eduardo Paes é vaiado no encerramento das Olimpíadas

segunda-feira 22 de agosto| Edição do dia

Sem a presença do presidente golpista, Michel Temer, Eduardo Paes (PMDB) foi vaiado duas vezes - durante os anúncios em português e inglês, quando passava a bandeira olímpica para a governadora de Tóquio, Yuriko Koike, local que sediará a próxima edição dos Jogos em 2020.

Não foi somente Temer que faltou ao encerramento da Olimpíada, mas foi notado a ausência de políticos na cerimônia de encerramento. Na ala vip que sofria com cortes de luz, apenas oito representante de outros países estiveram na festa, dos quais pelo menos três eram obrigados a estarem na festa por serem membros do COI.

As vaias ao prefeito do Rio mostram que apesar da torcida pelos atletas brasileiros durante os jogos, isso não fez a população carioca passar um pano para a crise econômica e política do Rio. Isso tem ficado claro no rechaço aos governos do PMDB no Rio de Janeiro pela figura de Paes e Dornelles, que tem privilegiado os gastos com empresários , executivos do Comitê Olímpico Brasileiro (que embolsaram mais de 20 milhões de 2011 á 2015), enquanto parcela os salários dos servidores, sucatea a UERJ, e deixa pra população transportes em péssimos condições e lotados, saúde precária, desemprego e péssimas condições de trabalho nas Olimpíadas.

Pelo não pagamento da dívida pública para garantir saúde e educação!
Que os ricos paguem pela crise que eles criaram!




Tópicos relacionados

Olimpíadas   /    Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar