Política

CORONAVÍRUS

“Brasileiro pula em esgoto e não acontece nada”: Bolsonaro segue debochando da COVID-19

Em mais um episódio de descaso e deboche diante da pandemia da Covid-19, que já infectou mais de meio milhão de pessoas no mundo e mais de 2500 no Brasil, afirmou que brasileiros já adquiriram anticorpos contra o coronavírus, alegando que “vê o cara pulando no esgoto e não acontece nada”.

quinta-feira 26 de março| Edição do dia

Nesta quinta (26) Bolsonaro afirmou que o brasileiro precisa ser “estudado” porque é capaz de pular “no esgoto” sem que nada aconteça a ele.

Bolsonaro deu essa declaração infame ao ser indagado se o Brasil não chegará à uma situação igual à dos Estados Unidos, que já acumula mais de 80 mil infectados e mais de mil mortos.

“Eu acho que não vai chegar a esse ponto [como a situação dos Estados Unidos]. Até porque o brasileiro tem que ser estudado. Ele não pega nada. Você vê o cara pulando em esgoto ali, sai, mergulha, tá certo? E não acontece nada com ele. Eu acho até que muita gente já foi infectada no Brasil, há poucas semanas ou meses, e ele já tem anticorpos que ajuda a não proliferar isso daí”, afirmou Bolsonaro.

O presidente segue sua linha debochando do novo coronavírus, chamando de uma “gripezinha” e “resfriadinho”, para defender que a “normalidade” retorne e que os trabalhadores sigam trabalhando sem ter as medidas de saúde tomadas e sem testes para poderem saber se já estão infectado com a doença. Para seguirem gerando lucros aos desprezíveis empresários que preferem que morram 5 ou 7 mil pessoas do que perder seus negócios.

É necessário testes para todos, possibilitando sabermos o real número de infectados e, assim, podermos pensar maneiras de isolar essas pessoas em locais apropriados para fortalecer sua imunidade, assim como fornecer o tratamento adequado a todos os grupos de risco. Porém, hoje, os testes disponíveis não chegam nem perto do que seria necessário ao nosso país, ao mesmo tempo que os governos não tomam medidas eficazes para mudar esse cenário.

A sociedade capitalista preparou as bases para a pandemia que vivemos hoje, com uma péssima rede de saúde que não supria as necessidades dos doentes antes mesmo do surto da COVID-19, e agora querem que deixemos nossas vidas para manter os lucros dos grandes capitalistas.

Leia nosso Editorial: Emprego, renda e testes para todos: por um verdadeiro plano de guerra na crise e contra Bolsonaro

Testes para todos, taxação das enormes fortunas dos grandes empresários, com valores revertidos para tratamento e prevenção do coronavírus, e o não pagamento da dívida pública, aliado aos trabalhadores estarem com o controle das fábricas e hospitais, em conjunto com a população, votando e decidindo sobre os rumos a serem tomados para salvar nossas vidas, é o que poderia salvar vidas e permitir a luta contra esse sistema que mata milhares em nome do lucro de poucos.




Tópicos relacionados

Coronavírus   /    Governo Bolsonaro   /    Saúde   /    Política

Comentários

Comentar