Sociedade

Bolsonaristas tentam invadir o Congresso gritando: “Acabou, porra”, frase de Bolsonaro

Com as diárias declarações reacionárias do presidente, os grupos de extrema-direita se sentem mais à vontade para tais atitudes extremamente autoritárias, reproduzidas, inclusive, no obscuro período da Ditadura Militar, como o fechamento do Congresso, censura da imprensa, atos supremacistas brancos etc.

sábado 13 de junho| Edição do dia

Nesta tarde de sábado (13), o grupo 300 do Brasil, o mesmo que recentemente fez uma marcha durante a madrugada, com tochas nas mãos e máscaras brancas, aos moldes da Ku Klux Klan, tentou invadir o Congresso Nacional. Um megafone ficou reproduzindo uma frase de Jair Bolsonaro: "Acabou, porra". A ação é uma resposta ao desmonte do acampamento bolsonarista que aconteceu nesta manhã. Antes dessa ação, o grupo tentou impedir duas manifestações da oposição.

É clara a influência de Bolsonaro na atitude do grupo. Não só pelo grupo estar reproduzindo uma de suas frases, mas pelo mesmo já ter chamado e participado de marchas contra o Congresso, juntamente com grupos de extrema-direita.

Com as diárias declarações reacionárias do presidente, os grupos de extrema-direita se sentem mais à vontade para tais atitudes extremamente autoritárias, reproduzidas, inclusive, no obscuro período da Ditadura Militar, como o fechamento do Congresso, censura da imprensa, atos supremacistas brancos etc.

É mais do que urgente que se levante a bandeira do fora Bolsonaro, Mourão e militares, que mostram cada dia mais sua face autoritária e anti-operária, sem depositar nenhuma confiança no Congresso, que apesar de nesse momento pintarem uma cara mais "consciente" e de oposição, continuam disputando o poder de quem vai aplicar os ataques aos trabalhadores, fazendo com que nós paguemos por mais essa crise.

Veja o vídeo:




Tópicos relacionados

bolsonarismo   /    Governo Bolsonaro   /    Sociedade   /    Congresso   /    Política

Comentários

Comentar