Educação

ATAQUE AO PSOL

Atividade do PSOL é atacada por fundamentalistas no Guarujá

No último sábado, 28/10, um grupo de fundamentalistas religiosos atacou uma atividade do PSOL que acontecia na Câmara Municipal do Guarujá, litoral de SP. Desde o Esquerda Diário, nos solidarizamos com o PSOL Guarujá e repudiamos o ataque.

segunda-feira 30 de outubro| Edição do dia

No último sábado, 28/10, um grupo de fundamentalistas religiosos atacou uma atividade do PSOL que acontecia na Câmara Municipal do Guarujá, litoral de SP. O evento era intitulado “Desafios de uma educação libertadora”, porém foi divulgada erroneamente nas igrejas pelos fundamentalistas que seria uma "audiência pública sobre um projeto de lei para implantar “ideologia de gênero” nas escolas, com o intuito de fazer as crianças virarem gays", segundo a nota divulgada pelo PSOL na manhã de hoje.

Mesmo com o ataque, a atividade foi mantida até o final. Desde o Esquerda Diário, nos solidarizamos com o PSOL Guarujá e repudiamos esse ataque, assim como o avanço do projeto Escola Sem Partido, que vem ganhando força entre a direita e tenta impor uma escola com censura, sem liberdade de pensamento e reprodutora da ideologia opressora dominante.

Reproduzimos abaixo o depoimento de Everton Vieira, presidente do partido na cidade:




Tópicos relacionados

Escola sem partido   /    PSOL   /    Educação   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar