URGENTE

Argentina: dezenas de milhares se mobilizam em Mendoza em defesa da água e contra mineração poluidora

Já são dezenas de milhares em frente ao Palácio do Governo. A manifestação rejeita o acordo entre o peronismo e o radicialismo para permitir a mega mineração poluidora na província. Nicolás del Caño, deputado nacional da PTS-Frente de Esquerda e ex-candidato à presidência, está participando do ato.

segunda-feira 23 de dezembro de 2019| Edição do dia

São milhares de manifestantes vindos de diferentes partes da província. Eles se juntam à reivindicação contra a poluição da mineração. Rejeitam a reforma da Lei 7722, realizada na última sexta-feira, por meio de um acordo político entre o radicalismo e o peronismo.

A "maior mobilização da história de Mendoza" começou neste domingo em Eugenio Bustos, no departamento de San Carlos. Jovens, trabalhadores e pequenos produtores mobilizaram-se para a capital da província em rejeição à modificação da lei 7722 que protege a água de Mendoza. À tarde, uma gigantesca caravana entrou na capital da província para a mobilização que ocorre hoje.

Participa da mobilização Nicolás del Caño, deputado nacional da PTS-Frente de Esquerda. O líder nacional da esquerda viajou na segunda-feira para se juntar à marcha massiva contra a mineração. A concentração também inclui Lautaro Jiménez e Noelia Barbeito - referentes provinciais da Frente de Esquerda.




Tópicos relacionados

PTS   /    Nicolás del Caño    /    Argentina   /    PTS na FIT

Comentários

Comentar