Política

ELEIÇÕES 2018

Aldo Rebelo será o candidato "comunista quase capitalista" segundo Paulinho da Força

terça-feira 17 de abril| Edição do dia

Velhos amigos de traição à classe trabalhadora, o ex PCdoB Aldo Rebelo se uniu ao Solidariedade (SD), partido de Paulinho da Força, que dirige a traidora Força Sindical. Ex deputado federal pelo PC do B e ex Ministro de Lula e Dilma, José Aldo Rebelo já foi presidente da Câmara de Deputados entre 2005 e 2007 tem uma longa carreira de agrados à direita através de sua trajetória dentro do PCdoB, partido do qual se desligou em 2017.

Na cerimônia de lançamento de sua candidatura, o entregador de greves Paulinho da Força definiu seu candidato à presidência como "um comunista quase capitalista", deixando bem claro a trajetória política de Aldo Rebelo e de todo o PCdoB, seu ex partido: falar em nome dos trabalhadores para defender os interesses dos patrões.

Aldo foi relator do Código Florestal Brasileiro, amplamente criticado por todos ambientalistas, e dentre outras coisas, atuou para manter a classe trabalhadora disciplinada enquanto o governo entregava tudo que era direito. Tem tudo à ver com Paulinho e a Força Sindical, que traíram inúmeras greves, deixando passar a Reforma Trabalhista sem que os trabalhadores pudessem lutar contra.

A contradição parece que, apesar de se dizer "contra o golpe", Rebelo vá sair justamente por um dos partidos que é base de sustentação de Temer, o Solidariedade. Mas na verdade, a contradição é muito pouca, se no seu antigo partido já era de praxe fazer sala com assentos de honra para golpistas como Rodrigo Maia, que esteve no último congresso do PC do B.

E Rebelo ainda leva de brinde uma foto ao lado do deputado que tem "Temer" tatuado no braço:




Tópicos relacionados

PCdoB   /    Paulinho da Força   /    Eleições 2018   /    Centrais Sindicais   /    Política

Comentários

Comentar