Mundo Operário

SOLIDARIEDADE DE CLASSE

Trabalhadores da USP em apoio aos servidores municipais de São Paulo em greve

Trabalhadores da Universidade de São Paulo fazem uma campanha de fotos em apoio aos professores e servidores municipais que estão em greve desde o dia 4 de fevereiro contra o SampaPrev, a reforma da previdência do município de São Paulo.

sexta-feira 22 de fevereiro| Edição do dia

Os funcionários de diversas unidades da USP realizaram nessa sexta-feira uma campanha de fotos em apoio aos servidores municipais em greve, que estão com os salários cortados por causa da greve, um claro ataque de Bruno Covas ao legítimo direito de greve.

Os trabalhadores da USP já sentiram na própria carne o autoritarismo do judiciário e da reitoria, que em 2016 cortou o salários de centenas de trabalhadores em greve, deixando famílias inteiras sem seu sustento. O recurso apresentado pelos trabalhadores foi negado pelo TST, em mais uma mostra do seu autoritarismo e caráter anti-operário.

Os governos assim como as reitorias estão alinhados para atacar os trabalhadores. Para isso atacam um direito histórico da nossa classe, conquistado a força, que é o direito de greve. Porém, a força que os professores e servidores municipais, que desde o ano passado estão batalhando contra o Sampaprev, apesar da passividade das centrais sindicais, mostra que há disposição de luta e que não estamos derrotados.

Em defesa do direito de greve!!

Contra a reforma da previdência!

Trabalhadores da USP em apoio a greve dos professores e servidores municipais!




Tópicos relacionados

Greve Professores Municipais SP   /    Sampaprev   /    USP   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar