Mundo Operário

TERCEIRIZAÇÃO

Trabalhadores da Clínica Odontológica organizam abaixo-assinado contra a discriminação aos terceirizados

Diante das denúncias de que as trabalhadoras terceirizadas da Faculdade de Odontologia da USP estariam impedidas de utilizar da Copa da Clínica Odontológica, os trabalhadores efetivos organizaram um abaixo-assinado contrários à discriminação e que já conta com mais de 80% de adesão.

terça-feira 29 de agosto| Edição do dia

Diante das denúncias tornadas públicas das proibições que as trabalhadoras terceirizadas da Faculdade de Odontologia da USP estariam sofrendo, entre as quais, o impedimento de utilizar da Copa da Clínica Odontológica para tomar café, realizar suas refeições ou descansar no seu horário de almoço, a assessoria administrativa da Faculdade se manifestou alegando que isso havia sido um pedido dos próprios funcionários efetivos da Clínica Odontológica.

Indignados com esse argumento, os trabalhadores efetivos da Clínica Odontológica organizaram um abaixo-assinado que já conta com a assinatura de mais de 80% daqueles que utilizam dessa Copa desmentindo essa afirmação, se mostrando contrários a qualquer discriminação e pedindo à Direção que volte a ser permitido que as trabalhadoras terceirizadas utilizem a Copa da Clínica Odontológica como sempre.

Esse abaixo-assinado já foi encaminhado à Direção e, com isso, os trabalhadores esperam que tal proibição seja revertida.

Abaixo o conteúdo do abaixo-assinado na íntegra:

ABAIXO-ASSINADO CONTRA QUALQUER DISCRIMINAÇÃO

Nós, trabalhadores efetivos da Clínica Odontológica da Faculdade de Odontologia da USP (FOUSP), vimos, por meio deste, nos manifestar contrários às proibições as quais foram submetidas as trabalhadoras terceirizadas da limpeza, com ênfase no impedimento de utilizarem a Copa de uso comum de todos os trabalhadores da Clínica para tomar café, realizar suas refeições ou descansar no horário de almoço.

Não compactuamos com qualquer atitude discriminatória e, por isso, pedimos à Direção que seja permitido que elas voltem a utilizar a Copa.




Tópicos relacionados

exploração   /    Terceirização   /    Racismo   /    USP   /    São Paulo (capital)   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar