Gênero e sexualidade

DOSSIÊ 25 DE NOVEMBRO

Trabalhadora da USP fala da luta contra a violência às mulheres

sexta-feira 25 de novembro| Edição do dia

A cada dia 25 de Novembro, embora seja um marco triste na trajetória de luta das bravas irmãs guerreiras, que tiveram suas vidas ceifadas pelo autoritarismo de monstros ditadores, ele deve ser sempre um alerta para nos impulsionar a seguir lutando contra a violência às mulheres.

Se olharmos para o passado, podemos constatar que hoje temos infinitamente maiores chances e melhores condições que nos permite ir á luta e arrancar os nossos direitos , mas para isso, é preciso " gritar", o mundo precisa nos "ouvir".

É preciso nos organizar e unir nossas forças para nos defender e sobretudo continuar conquistando nosso espaço e o respeito que merecemos. Somos capazes de mudar a nossa história, e buscar novos e melhores resultados que nos permita viver sem as amarras do passado que nos impuseram, onde as regras eram ditadas e a submissão era sinônimo de respeito.

"Ditadores nunca mais", ao menor sinal de agressão, assédio, violência, discriminação ou preconceito, infla-se, com a sua coragem e denuncie.

Somos bilhões espalhadas por todo o mundo e com e avanço da globalização e a comunicação digital vencendo fronteiras,é inadmissível que ainda tenhamos tantas mulheres sendo vítimas de crimes hediondos, como assassinatos por parceiros, mutilações de órgãos genitais, estupros, espancamentos com sequelas irreparáveis, transtornos e distúrbios psicológicos,e uma série de outros abusos que acabam ficando impunes e a conta desses absurdos com perdas gigantescas fica para o universo

Feminino que ainda hoje,num cotidiano moderno,sofre com as mesmas mazelas e culturas agressivas de um passado primitivo, que
somente tem se agrava do com a estupidez do sistema capitalista.

Vamos agir e criar novos hábitos de dizer "basta", de violência ás mulheres, de descriminação ,de insultos racistas,de preconceitos,de homofobias,de abusos característicos de qualquer natureza,como os ataques desse governo golpista que fere os direitos de todos nós cidadãos brasileiros.

Vamos á luta mulheres guerreiras e lutadoras.

"Salve 25 de novembro".




Tópicos relacionados

25nov2016   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar