Política

DESASTRE AÉREO

Temer decreta luto por vítimas da Chapecoense. Votações no Congresso paralisarão?

terça-feira 29 de novembro| Edição do dia

A assessoria de imprensa do Palácio do Planalto informou na manhã desta terça-feira que o presidente Michel Temer decretou luto oficial de 3 dias pelas vítimas do acidente aéreo ocorrido nesta madrugada com o avião que levava a delegação e a equipe de futebol da Chapecoense para o primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana, na Colômbia. O decreto deve ser publicado nas próximas horas.

No Twitter, Temer já publicou que estaria decretado o luto:

Segundo autoridades locais, 76 pessoas morreram no acidente. Cinco sobreviveram. A aeronave tinha 81 pessoas a bordo, sendo 72 passageiros e 9 tripulantes, de acordo com informações da agência da Aeronáutica Civil colombiana. Porém, três pessoas que estavam na lista do voo não embarcaram. E ainda há buscas por mais sobreviventes.

Mais cedo, Temer emitiu nota oficial em solidariedade aos familiares e amigos da equipe de futebol. "Nesta hora triste que a tragédia se abate sobre dezenas de famílias brasileiras, expresso minha solidariedade", disse o presidente na nota.

A tragédia que abateu o time catarinense está comovendo o país. Em todos locais de trabalho é o tema discutido.

O luto oficial é protocolar? Em poucas horas saberemos se enquanto se dizem comovidos com a tragédia seguirão seu business as usual com a votação das Dez Medidas ditas contra a Corrupção e com a "PEC da Morte" (241/55) ou não.




Tópicos relacionados

Michel Temer   /    Política

Comentários

Comentar