Educação

REPRESSÃO EM SP

Secundaristas são duramente reprimidos em ato do Dia Nacional do Estudante em SP

PM agride covardemente estudantes secundaristas que protestavam contra a Máfia das Merendas e Projeto Escola sem Partido no dia dos estudantes em São Paulo.

quinta-feira 11 de agosto| Edição do dia

Veja vídeo da absurda repressão da polícia militar que prendeu de forma totalmente arbitrária jovens que estavam reunidos ali para protestar contra o roubo da merenda pelos esquemas de corrupção do PSDB e também contra o "Projeto escola sem partido". Vários estudantes foram feridos por balas de borracha, além das bombas de gás lacrimogênio utilizadas pela polícia.

Vídeo: Mídia Ninja

Segundo Bruna Rosa, ex-secundarista e militante da Faísca – Juventude Anticapitalista e Revolucionária, que estava presente no ato: “Os estudantes se concentraram na Praça Roosevelt, onde ocorreu uma assembleia para decidir o trajeto do ato. Lá foi votado que o ato subiria a Consolação até chegar na Paulista. Já na subida da Consolação havia um cordão de carros do choque atrás dos estudantes. Próxima ao cemitério da consolação os policiais cercaram os manifestantes e começaram a reprimir violentamente com diversas bombas. Uma parte dos manifestantes conseguiram fugir por uma ruazinha ao lado do cemitério, outra parte subiu pela Avenida Paulista e foram seguidos pela polícia militar”.

Veja outro vídeo da repressão da polícia também, na Avenida Consolação:

Basta de violência do estado contra a juventude! Liberdade imediata para os jovens presos pela polícia! A responsabilidade é de Alckmin e Haddad!




Tópicos relacionados

Secundaristas   /    Educação   /    São Paulo (capital)   /    Juventude

Comentários

Comentar