Educação

PROFESSORES RIO GRANDE DO SUL

Resistência e união, estas tem sido as palavras para os últimos dias no RS

Secundarista do Rio Grande do Sul fala sobre a importante unidade dos estudantes e dos trabalhadores na greve da educação contra Sartori (PMDB).

domingo 8 de outubro| Edição do dia

A greve segue forte, cada dia com mais apoio de toda classe trabalhadora, de estudantes e de toda comunidade escolar.

Os alunos seguem lutando, resistindo e apoiando a greve dos professores, e seguem dizendo que a luta não vai parar, ela só tende a aumentar e ganhar mais adesão por parte de toda classe trabalhadora e de toda comunidade escolar que ainda não aderiu.

Secundaristas unidos, a plenos pulmões contra qualquer retrocesso com as escolas públicas e contra qualquer golpe que atinja seus educadores. Cansados de tanto sucateamento e de tanta ameaça que o governo faz com a educação e com seus professores, como o projeto "escola sem partido" e outros diversos ataques que os mesmos tem sofrido frequentemente.

A desvalorização por parte do governo e por uma pequena parte de da comunidade que ainda não entendeu a importância dessa luta, faz com que os secundaristas gritam: A crise não é nossa, que os capitalistas paguem por ela!

Além disso, alunos deixam transparecer, que a união é muito relevante, e também é fundamental o entendimento dessa luta, para toda a classe trabalhadora, e para a juventude que desposta para a mesma.

Que essa luta seja o exemplo para toda a classe trabalhadora do país!!




Tópicos relacionados

Secundaristas   /    Educação   /    Porto Alegre   /    Caxias do Sul   /    Educação

Comentários

Comentar