ARGENTINA

Protestos nas províncias argentinas contra a reforma da previdência

Trabalhadores, jovens e mulheres se mobilizam contra o ajuste que querem impor aos aposentados.

segunda-feira 18 de dezembro de 2017| Edição do dia

Depois de uma primeira jornada de mobilizações na quinta feira passada, que freou os planos do governo, as ruas voltam a ser o cenário de protestos contra o ajuste aos aposentados.

Em Córdoba se realizou uma manifestação que bloqueou a ponte Centenario. Exigem a restituição dos 33% de financiamento patronal para que os aposentados possam suprir suas necessidades básicas, o que equivale à 17.000 pesos. (cerca 3.200 reais)

Em Rosario houve um bloqueio toral do acesso a Autopeças Rosario-Buenos Aires em frente ao Casino. Ali se concentraram militantes do PTS, trabalhadores do Movimento de Agrupações Classistas, metalúrgicos, docentes e estudantes. Ao meio dia vão se mobilizar na praça San Martín.

Em Neuquen houve bloqueio da Rodovia 7 (importante rodovia da província que se liga a cidade de Centenario), na altura do parque industrial de Neuquen. Operários da madeireira MAM, ceramistas, papeleiros, docentes, trabalhadores estatais, estudantes e organizações de esquerda dizem: Não a reforma de previdência de Cambiemos*!

*Cambiemos é a coalizão política do atual que governa o pais com o presidente Mauricio Macri.




Tópicos relacionados

Reforma da Previdência

Comentários

Comentar