Política

ELEIÇÕES RIO

Propaganda de Freixo denuncia ligação Crivella-Garotinho

Desconstruindo a imagem que Crivella tem construído para si a imagem de político “ficha limpa”, propaganda política de Freixo denuncia ligação entre Crivella e Garotinho.

quinta-feira 13 de outubro| Edição do dia

Desconstruindo a imagem que Crivella tem construído para si a imagem de político “ficha limpa”, propaganda política de Freixo denuncia ligação entre Crivella e Garotinho. Com tanto ódio carioca ao governo Paes, Crivella tinha conseguido manter sua relação com o político de Campos em segundo plano até então.

O vídeo da campanha foi ao ar ontem, e pode ser visto também na página de Marcelo Freixo:

Crivella “surfou” durante o primeiro turno na onda anti-PMDB dizendo ser candidato “ficha limpa”, identificando a pobreza vivida pelos trabalhadores no Rio com os benefícios corruptos da gestão de Paes, chegando até a denunciar demagogicamente as empreiteiras. Porém, com o vice Fernando MacDowell indicado por Garotinho, Crivella não fica nada atrás dos mesmos esquemas para governar. De indicações, Garotinho é mestre: quando foi Governador do Rio, trouxe de Campos os fiscais para os cargos comissionados da Administração Tributária, como o fiscal Silveirinha do escândalo do Propinoduto ocorrido no governo Garotinho. Em seguida, este mesmo o “dedo podre” Garotinho foi condenado por formação de Quadrilha durante o governo de Rosinha.

Como demonstrou Carolina Cacau em matéria investigativa para o Esquerda Diário, Crivella e Garotinho compartilham não só cargos mas planos de governo como a Venda do Futuro: em 2015, Crivella apresentou no Senado uma resolução escrita pelas próprias mãos de Garotinho, que permite aos estados e municípios se endividarem em empréstimos com altos juros dando como contrapartida a arrecadação futura de royalties do petróleo. A resolução, aprovada pelo Senado, permite que políticos como Garotinho e Crivella endividem ainda mais os estados e municípios com obras super-faturadas que não atendem aos interesses da população e sim das empreiteiras aliadas de negócio.

Saiba mais sobre a Venda do Futuro: A parceria entre Crivella e Garotinho pela “Venda do Futuro” do Estado do Rio

Na prática, tirar o PMDB e colocar Crivella-Garotinho é substituir um esquema de enriquecimento dos empresários com as verbas públicas, por outro. E vimos na prática com o governo Pezão o resultado desta falência ser descarregada nas costas dos trabalhadores, funcionários públicos, aposentados, pensionistas e nos cortes ao orçamento dos serviços públicos que atendem à população.

Garotinho não é a única sujeira na ficha das alianças de Crivella, que conta com apoio de Bolsonaro, Índio, Silas Malafaia, da Igreja Universal e do MBL, forças da direita golpista unificadas em torno de aplicar no Rio de Janeiro o que tem sido levado adiante pelo governo golpista de Temer, defensores da reforma do ensino, escola sem partido, PEC 241.




Tópicos relacionados

Eleições Rio de Janeiro   /    Eleições 2016   /    Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar