UFMG

Professores da UFMG se organizam e declaram apoio às mobilizações estudantis

domingo 6 de novembro| Edição do dia

Após várias assembleias autoconvocadas por um amplo setor de docentes, os mesmos conseguiram pressionar a APUBH (Associação dos Professores Universitários de Belo Horizonte) para que fosse convocada uma assembleia da categoria, que ocorreu na última sexta, 4. A assembleia foi composta por professores da Arquitetura, COLTEC, Belas Artes, ECI, Enfermagem, FAFICH, FALE, FaE, ICA, ICB, Centro Pedagógico, Música, Medicina, Teatro Universitário, Veterinária, CAP Ouro Branco e outras unidades.

Após diversos debates, várias importantes deliberações, entre elas o repúdio contra a PEC 241 e o desmonte da educação e da ciência e tecnologia; apoio às ocupações estudantis e repúdio a todo e qualquer ato de violência ou agressão aos estudantes; que a APUBH coloque sua estrutura jurídica, financeira e midiática à serviço das ocupações estudantis.

Além dessas importantes decisões, os docentes também votaram somar-se à paralisação nacional do dia 11 de novembro, próxima sexta, começando o dia de mobilização com uma nova assembleia, essa com indicativo de greve da categoria.

É de extrema importância a unificação entre estudantes, professores e funcionários, para seguir fortalecendo a luta nacional contra a PEC 55 (antiga 241) e todos os ataques do governo golpista à educação e todos os direitos da juventude e dos trabalhadores.

Declaramos todo nosso apoio à mobilização dos docentes da UFMG e repudiamos a paralisia da APUBH e sua resistência em chamar assembleias de base para que os docentes possam se auto-organizar.

Rumo a greve geral!




Tópicos relacionados

UFMG   /    #OCUPATUDO   /    Belo Horizonte

Comentários

Comentar