Mundo Operário

ELEIÇÕES APEOESP

Professores Pela Base tem votação expressiva em Santo André

Os dois candidatos da corrente Professores pela Base, Maíra Machado e Eduardo Luiz tiveram uma excelente votação expressando que um programa anticapitalista e antiburocrático tem bastante influência entre os professores da região, que reivindicavam que as chapas regionais deveriam ter saído unificadas a exemplo do que estávamos fazendo estadualmente.

sábado 27 de maio| Edição do dia

As eleições para o maior sindicato da América Latina ocorreram na última quinta (25). Em Santo André às urnas já foram apuradas das eleições de representantes regionais, mantendo a frente da direção do sindicato o Renovar pela Luta que elegeu os 17 conselheiros regionais e estaduais que serão no próximo período de três anos a direção do sindicato em santo André. O número de conselheiros eleitos é baseado no número de votantes, na última eleição em 2014, contamos com a participação de 1200 professores, permitindo assim eleger 24 conselheiros regionais. Em 2017 o número caiu para 800, isso se deve em grande medida a descrença dos professores no sindicato dirigido há anos pela burocracia da Bebel.

Nós dos Professores Pela Base até o último momento chamamos a unidade das chapas de oposição, frente ao cenário nacional de profunda crise, uma vez que estatualmente estávamos todos unificados contra a chapa 1 da burocracia PT e PCdoB, que está personalizada na figura da Bebel, pouco estimada pelos professores de conjunto. No entanto as chapas de oposição, mas principalmente os companheiros do Renovar foram contra essa unidade que nos fortaleceria, tornando a direção do sindicato pouco democrática do ponto de vista das correntes que constroem as lutas juntos.

Foi com o discurso da unidade entre as correntes da Oposição Unificada Chapa 3 regionais, de uma forte denúncia da burocracia sindical, que privilegiou as eleições que denunciamos por terem sido adiantadas, motivo dos professores do estado de São Paulo não terem composto o ato em Brasília no último dia 24, mesmo tendo sido uma categoria chave nas importantes paralisações do dia 15 de março, e 28 de abril principalmente, junto a milhares de trabalhadores que cruzaram os braços, paralisando a produção, fechando ruas e avenidas contra as reformas Trabalhista e da Previdência do golpista Temer, que nossos candidatos percorreram as escolas da região, com dezenas de apoiadores. Por isso agradecemos aos 378 professores que votaram em nossos candidatos!

Uma campanha militante

Foram diversos professores apoiadores que difundiram por via das redes sociais, e mesmo nas escolas onde trabalham nossos materiais, por terem profundo acordo com as ideias que defendemos, de um sindicalismo de base e tribuno do povo, pela efetivação dos professores categoria O e estáveis, redução do número de alunos por sala, e redução da jornada extenuante de trabalho dos professores, sem redução de salário.

Contamos com a participação de valorosos companheiros que percorreram escolas conosco, mas também dedicaram sua quinta-feira sendo mesários e fiscais. Foi com essa força que pudemos alcançar ao todo 378 votos ao todo nos dois candidatos, sendo Maíra a primeira suplente de toda a esquerda após os suplentes do Renovar, com 215 votos, e Eduardo Luiz eleito suplente com 163 votos.

Para nós é motivo de orgulho ter participado dessa campanha e levado a cada escola as ideias revolucionárias e abrindo espaço para que os professores pudessem discutir questões políticas profundas, que normalmente não fazem parte do discurso das correntes sindicalistas.

Seguiremos na batalha com cada professora e professor, e chamamos a todos para seguirem debatendo conosco as ideias do Professores Pela Base.

Pode Interessar também: Parciais da eleição da APEOESP mostra fortalecimento da Oposição e desgaste do PT e PCdoB




Tópicos relacionados

Eleições Apeoesp 2017   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar