Política

SÃO PAULO

Polícia racista de Doria ataca com violência manifestantes que saíam de ato pacificamente

segunda-feira 8 de junho| Edição do dia

A Polícia Militar racista do Estado de São Paulo atacou violentamente manifestantes que saíam de maneira pacífica da manifestação contra Bolsonaro e o racismo ocorrida ontem em São Paulo. Manifestantes que foram colocados deitados no chão são agredidos sem direito de defesa, enquanto que outros manifestantes que passavam pela calçada são perseguidos por PM armados de cassetetes como se pode ver no vídeo:

A corporação da PM de SP é uma verdadeira fábrica de fascistinhas defensores deste estado racista, e aliados do autoritarismo de Bolsonaro, como se pode ver no vídeo. Momentos antes da manifestação que junto milhares no Largo da Batata em SP, membros da corporação policial já exalavam seu ódio repressivo aos negros e aos manifestantes contra Bolsonaro, um policial chegou a postar em seu perfil "quero cacetar a lomba de baderneiros". É lógico que João Doria, falso opositor ao autoritarismo de Bolsonaro, não vai de maneira alguma punir os policiais... provavelmente irá gratificá-los por manter São Paulo um Estado mais racista e segregado.

Enquanto reprimiam a manifestação, moradores da região faziam panelaços em repúdio à ação policial, chamando a polícia de João Doria de fascista.

Leia mais: Como encarar a luta antirracista e antifascista no Brasil?




Tópicos relacionados

Racismo   /    fascismo   /    João Doria   /    São Paulo (capital)   /    Política

Comentários

Comentar