Política

ELEIÇÕES 2018

No mesmo dia que Lula é excluído das eleições, judiciário arquiva inquérito contra Aécio

No mesmo dia em que se consuma o veto golpista do judiciário contra a candidatura de Lula, Aécio, que é candidato e tem contra ele 8 investigações no STF, teve um dos inquéritos por denúncia de corrupção arquivado.

terça-feira 11 de setembro| Edição do dia

Hoje (11) a procuradora-geral Raquel Dodge decidiu pelo arquivamento de um dos inquéritos que investigavam Aécio Neves por corrupção. O inquérito havia sido aberto a partir de denúncia do ex-senador Delcídio Amaral. Aécio estava sendo investigado por supostamente ter enviado registros bancários falsos à CPMI dos Correios em 2005 e 2006.

Aécio chegou a ser afastado do seu cargo como senador em 2017 devido às várias denúncias de corrupção que pesam contra ele, mas acabou voltando a seu posto por votação dos senadores.

Também hoje se consumou o veto do judiciário contra a candidatura de Lula, que está preso arbitrariamente em Curitiba e foi impedido pelo Tribunal Superior Eleitoral de participar nas eleições. O STF e o TSE rejeitaram todos os recursos da defesa de Lula, ignoraram a decisão da ONU e deram seguimento ao curso autoritário e de manipulação dessas eleições.

Sobre isso, Flavia Valle, candidata a deputada federal do MRT em Minas Gerais, declarou ao Esquerda Diário:

Não votamos no PT, mas denunciamos o avanço da direita golpista, do autoritarismo judicial e a politização reacionárias das Forças Armadas. Este é mais um caso que escancara que não há nenhum interesse no combate à corrupão, mas sim a intenção política do judiciário em escolher a dedo o próximo presidente. Enquanto o líder nas pesquisas de intenção de voto está preso arbitrariamente e agora inelegível, Aécio está solto e é candidato a deputado federal aqui em Minas Gerais.

E completou:

Precisamos enfrentar seriamente essa direita e os empresários, e para isso precisamos construir correntes anticapitalistas e socialistas nos sindicatos, contra a burocracia sindical, inclusive do PT, e preparar o terreno para as lutas que virão. O MRT, que impulsiona o Esquerda Diário, a principal imprensa à esquerda do PT no país, e nossas candidaturas anticapitalistas nestas eleições manipuladas, buscam preparar, teórica e praticamente, uma esquerda anticapitalista e revolucionária, que aposte na luta de classes dos trabalhadores, das mulheres, dos negros e LGBTs, para quando as massas terminem de fazer sua experiência com o PT.

As fotos da montagem na capa são, na ordem, de: Ueslei Marcelino/REUTERS e Evaristo SA/AFP




Tópicos relacionados

Minas Gerais   /    Aécio Neves   /    PT   /    Lula   /    Poder Judiciário   /    Política

Comentários

Comentar