Gênero e sexualidade

TRANSFOBIA E FEMINICÍDIO

Mulher trans é assassinada na zona norte de São Paulo

Larissa, de 25 anos, foi assassinada a pauladas por quatro pessoas neste domingo, 17/12, em hotel na região de Santana.

segunda-feira 18 de dezembro de 2017| Edição do dia

O funcionário do hotel disse à polícia que encontrou Larissa já morta, após ter ouvido “fortes estrondos” vindos da garagem. Não há pista dos assassinos.

O Brasil é o campeão mundial de assassinatos de transexuais e travestis, são mais de 868 travestis e transexuais mortas nos últimos oito anos no país, índice que sabemos que é muito maior, pela dificuldade que existe nos registros dos casos. Larissa, que já fazia parte das estatísticas comuns às mulheres trans, de somente encontrar na prostituição um meio de sobrevivência, entrou também para as revoltantes estatísticas do transfeminicídio.




Tópicos relacionados

Feminicídio   /    Homofobia e Transfobia   /    Violência contra a Mulher   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar