Mundo Operário

READMISSÃO JÁ

Metrô de Alckmin demite e trabalhadores fazem campanha pela readmissão

segunda-feira 14 de agosto| Edição do dia

Após o Metrô ter demitido arbitrariamente três metroviários na semana passada como denunciamos aqui, os metroviários de São Paulo mostraram mais uma vez que não deixarão o projeto de privatização do governo tucano passar sem luta.

Iniciou-se uma forte campanha contra as demissões dos metroviários e pela imediata readmissão dos mesmos, que inicialmente vem sendo impulsionada pelo Movimento Nossa Classe Metroviários e que o Sindicato dos Metroviários deve entrar para reverter as demissões. Dezenas de metroviários de estações, operadores de trem e da manutenção do Pátio Jabaquara saíram em fotos contra as demissões, assim como foi dada a largada de um abaixo-assinado que está tendo bastante adesão da categoria.


Operadores de Trem da Linha 1 - Azul pela readmissão dos metroviários

Somado às 37 demissões da greve de 2014, o Metrô segue querendo aprofundar o sucateamento do Metrô de SP para buscar justificar a privatização de Alckmin demitindo trabalhadores "a conta gotas" sob o pretexto de "baixa produtividade" diminuindo o quadro operativo, e aqueles que se colocaram contra a terceirização das bilheterias aderindo a campanha de retirada de uniforme com uma atitude anti-sindical e truculenta.


Funcionários da estação Sé, Linha 3 - Vermelha pela readmissão dos metroviários

Os metroviários se somaram à mobilização contra as demissões e está dando um recado à empresa e ao governador: OS METROVIÁRIOS NÃO ACEITARÃO A PRIVATIZAÇÃO, pois não aceitarão a venda dos transportes da cidade para grandes empreiteiras e empresários envolvidos até o pescoço com corrupção e "caixa 2" em detrimento da qualidade do serviço para a população. Amanhã, terça-feira, haverá uma reunião dos metroviários na estação Sé para discutir os próximos passos desta luta com a participação do Sindicato às 14h com manifestação marcada para as 15h também na estação Sé.


Trabalhadores da manutenção do Pátio Jabaquara Linha 1 pela readmissão dos metroviários

Veja também a declaração da de Marilia, Diretora do Sindicato dos Metroviários, operadora de trem e demitida política aqui "Por uma forte campanha para readmitir os metroviários"


Funcionários da estação São Joaquim Linha 1 Azul pela readmissão dos metroviários


Kátia, funcionária da Estação Sé, e Marília, diretora do Sindicato dos Metroviários, operadora de trem e demitida política pela reintegração dos metroviários


Fernanda, funcionária da estação Anhangabaú Linha 3 Vermelha e demitida política pela readmissão dos metroviários




Tópicos relacionados

Privatização   /    Alckmin   /    Metrô   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar