Sociedade

BOLSONARISMO

Idoso é brutalmente assassinado por bolsonarista por ser de esquerda, em Balneário Camboriú

Fábio Leandro Schwindlein, de 44 anos, agrediu com socos e pontapés Antônio Carlos Rodrigues Furtado, de 61 anos, fazendo com que a vítima sofresse uma parada cardíaca no local

quinta-feira 28 de novembro| Edição do dia

Na quarta-feira (27), Fabio Leandro Schwindlein assassinou, por motivos políticos, Antônio Carlos Rodrigues Furtado a socos e pontapés na Avenida Alvin Bauer, região central de Balneário Camboriú. Segundo boletim de ocorrência da polícia, Fábio “muito alterado e proferindo palavras impróprias de cunho ofensivo” no momento da agressão. Testemunhas afirmaram que, após ofensas, a vítima teria ido para a calçada, momento esse que Fábio teria partido para cima do idoso que era visivelmente mais vulnerável, sendo Fábio fisicamente mais forte. após Antônio cair no chão, o bolsonarista continuou a agredi-lo. A vítima levantou-se e pediu para que a agressão acabasse, mas Fábio ignorava os pedidos e continuava a agressão. Após isso, Antônio caiu novamente, desta vez desacordado. A viatura da SAMU foi chamada, mas a vítima não resistiu e morreu no local.Fábio foi conduzido até a delegacia e deve responder por homicídio doloso.

A brutalidade e crueldade da agressão por parte de Fábio, que continuava a agredir o idoso ainda quando o mesmo o implorava para parar, é um abominável reflexo social das políticas e posicionamentos do atual governo Bolsonaro, que promove o ódio e a barbárie anti esquerda, fazendo com que assassinos inescrupulosos como Fábio sintam-se livres para realizar verdadeiras atrocidades com pessoas que manifestem opiniões de esquerda, como o caso do assassinato do mestre de capoeira Moa do Katendê que foi morto a facadas por ser contra o presidente Bolsonaro.

Antônio Carlos foi mais uma vítima de um assassinato político, crime que se torna cada vez mais recorrente no país por parte de bolsonaristas e da extrema direita que sente respaldo em liberar toda a sua violência baseado nas falas racistas, misóginas, homofóbicas, obscurantistas e anti esquerda de bolsonaro e membros de seu governo.




Tópicos relacionados

Jair Bolsonaro   /    Sociedade

Comentários

Comentar