Política

ELEIÇÕES 2018

Haddad faz declarações amáveis a Ciro, Marina e Meirelles pensando nas alianças de governo

domingo 7 de outubro| Edição do dia

O candidato petista Fernando Haddad votou nessa manhã em um colégio de São Paulo e depois falou brevemente à imprensa. Ele disse:

"Estou esperançoso de que teremos um segundo turno muito mais civilizado do que tivemos no primeiro. Tenho o maior respeito pelos que concorreram, sobretudo aqueles com quem trabalhei. Com a Marina, com o Ciro Gomes, com o Meirelles, no governo Lula. Tenho o maior respeito e admiração pelo trabalho que eles realizaram".

Assim, após ter dito durante a campanha ser contra as reformas de Temer, como a trabalhista, que arrancou direitos elementares dos trabalhadores do país, agora Haddad diz "admirar o trabalho" de Henrique Meirelles, que foi o idealizador das reformas e defensor dos ataques mais duros contra o povo pobre e a classe trabalhadora.

Haddad, como tem feito ao longo de sua campanha, faz declarações afirmando que é contra os ataques, mas a todo momento acena ao centro e à direita, elogiando políticos golpistas e os abraçando em campanha, tal como agora faz com Marina e Meirelles. Sinaliza um governo cada vez mais conciliador com esses setores reacionários, mostrando que quer repetir e aprofundar a experiência trágica dos treze anos de PT, que enriqueceu os capitalistas como nunca e abriu espaço para o crescimento da direita, o que não apenas fortaleceu o golpismo mas também permitiu que entrasse em cena e crescesse uma figura da extrema-direita como Jair Bolsonaro - durante muito anos membro do PP e PSC, partidos da base dos governos petistas.




Tópicos relacionados

Meirelles   /    Ciro Gomes   /    Eleições 2018   /    Haddad   /    Marina Silva   /    PT   /    Política

Comentários

Comentar