Política

REDE GLOBO E JUDICIÁRIO

Globo e Judiciário trabalham juntos no veto arbitrário à candidatura de Lula

Grande parceira do golpe, a Rede Globo legitima as decisões arbitrárias do Judiciário de impedir participação do PT nos debates. Com a intenção de dar continuidade ao golpe, sua atuação não é ao acaso como um raio em céu sereno.

terça-feira 28 de agosto| Edição do dia

Assim como no golpe institucional, que derrubou o governo de Dilma, sequestrando os votos de milhões de brasileiros para aprofundar e acelerar os ataques que o PT já vinha fazendo, a Rede Globo e o Judiciário seguem unidos pelo golpismo. O veto arbitrário à candidatura de Lula é garantido pela Justiça e legitimado pela Rede Globo, que não dará espaço para o PT nas entrevistas eleitorais.

A Rede Globo é porta-voz das classes dominantes, interessadas na continuidade do golpe. Todos clamam por um governo que rapidamente aprove a reforma da previdência e outros ataques para que a classe trabalhadora brasileira trabalhe até morrer. Parte disso é garantir que o próximo presidente continue o golpismo e continue garantindo um ritmo acelerado de profundos ataques que visam explorar cada vez mais a força de trabalho brasileira, implementando completamente a reforma trabalhista e a terceirização irrestrita.

Por outro lado a Lava Jato, o Ministério Público, o Superior Tribunal Federal, o Tribunal Superior Eleitoral e todo o poder Judiciário seguem se fortalecendo como árbitros da situação política e agora das eleições. Cada nova medida que reafirma o veto à candidatura de Lula é uma nova medida atentando contra o direito democrático elementar do povo decidir em quem vai votar. Assim garantem o total abafamento de uma mínima expressão da vontade popular nessas eleições.

Esses juízes ganham salários que chegam a R$ 100 mil por mês. Colecionam privilégios e fazem uma verdadeira farra com auxílio-moradia. Decidem eles mesmos sobre seus próprios aumentos de salários. Não foram eleitos por ninguém e têm seus cargos em caráter vitalício. Por outro lado a Rede Globo joga com a opinião pública para ajudar o Judiciário a triunfar. Isso não é novidade, pois todos os anos a emissora faz propaganda para seus candidatos de direita, em geral para o PSDB. Segue fazendo isso quando repercute os casos de corrupção que lhe convém e se cala frente aos que envolvem seus políticos preferidos. Desfruta ainda de enormes isenções fiscais e é acusada de sonegação, dando calote nos cofres públicos. Tudo isso para ser porta-voz dos interesses imperialistas.

Com tudo isso, estamos frente a um processo eleitoral extremamente antidemocrático. Às massas muitas vezes parece que o PT pode ser uma alternativa.

Por isso vale lembrar, o PT governou com a direita, abrindo caminho ao golpe institucional e a tudo que ocorre hoje no país. Também atacaram a classe trabalhadora, reduzindo o direito ao seguro-desemprego, iniciando a entrega da Petrobrás e cortando da educação. Se aliaram com a bancada evangélica vendendo o direito ao aborto das mulheres brasileiras em troca de apoio parlamentar, compactuando com a morte de milhares por abortos clandestinos. Por isso é necessário construir uma alternativa que supere o PT pela esquerda. E isso passa por defender de maneira intransigente o direito democrático do povo brasileiro decidir em quem votar e combater a prisão arbitrária e sem provas de Lula, contra a Rede Globo e o Judiciário golpista.




Tópicos relacionados

Tv Globo   /    STF   /    "Partido Judiciário"   /    Poder Judiciário   /    Política

Comentários

Comentar