Mundo Operário

Greve

Funcionários da empresa Amazul de produção de submarinos entram em greve

Mais de 200 trabalhadores da empresa Amazul entraram em greve por não ter sido proposto o reajuste salarial

quarta-feira 14 de março| Edição do dia

Nesta terça-feira (13), os trabalhadores da Amazul, empresa que faz parte do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub), da Marinha do Brasil, entraram no Centro Experimental Aramar (CEA), em Iperó (SP). O motivo da paralisação é pela falta de uma proposta para reposição salarial.

De acordo com o sindicato dos Trabalhadores em Pesquisa, Ciência e Tecnologia (SINTPq), cerca de 200 funcionários da empresa aderiram à greve. A Amazul é uma das empresas que participa do Programa Nuclear da Marinha e é uma das responsáveis pela construção do submarino nuclear brasileiro.

A greve começou a 6h30 de terça-feira e continua até então. Segundo o sindicato haverá assembleias para deliberarem os rumos da greve.




Tópicos relacionados

Mundo Operário

Comentários

Comentar