Juventude

ESCOLA DE LUTA CONTAGEM

Estudantes do Helena Guerra se manifestam e indicam ocupação da escola contra a PEC241 e a MP746

Estudantes da Escola Estadual Helena Guerra fizeram um ato na principal avenida de Contagem e indicaram ocupação da escola para os próximos dias, contra a PEC 241 e a MP 746 que reforma o ensino médio, ataques do atual governo golpista de Michel Temer.

terça-feira 25 de outubro| Edição do dia

O ato parou a Avenida João César durante uma hora e meia e foi decidido em assembleia organizada pelo Grêmio Margem Esquerda. Hoje também é dia de paralisação dos professores da rede estadual de ensino, em defesa da educação. No ato os estudantes demonstraram muita força de luta e mobilização contra os ataques que tentam retirar o futuro da juventude, e por isso em uma das faixas estava escrito: “Desculpe, é pela educação dos seus filhos”.

Estudantes de outras escolas e da UFMG vieram dar apoio, assim como professores. A polícia tentou reprimir a manifestação, porém os estudantes o mantiveram como parte de seu direito de manifestação. Após o ato, reuniram todos os estudantes na praça da trincheira em assembleia, onde votaram pela ocupação do Helena Guerra nos próximos dias.

Os estudantes da Escola Helena Guerra, que têm o Paraná como exemplo na luta em defesa da educação, vêm sendo protagonistas em Contagem, com organização desde assembleias de base e com atos pela cidade, e vêm buscando se articular com outras escolas da região para criar uma grande luta estudantil na cidade.




Tópicos relacionados

Contagem   /    Juventude

Comentários

Comentar