Juventude

LUTA CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Estudantes da Unesp São Vicente paralisam contra a Reforma da Previdência

Os estudantes da Unesp de São Vicente deliberaram em Assembleia Geral por paralisar as aulas ontem, dia 28 de março, somando-se a luta dos professores da rede estadual de ensino de São Paulo que deflagraram greve pro mesmo dia.

quarta-feira 29 de março de 2017| Edição do dia

No último dia 20, segunda-feira, os estudantes do Instituto de Biologia da Unesp São Vicente (CLP) discutiram em assembleia geral sobre a Reforma da Previdência proposta pelo governo Temer. Por entenderem que serão diretamente atingidos por esse ataque e que, além disso, o movimento estudantil tem o papel de debater e levar a frente as demandas da população em geral, deliberaram por paralisar no dia de ontem, 28 de março. Além disso, foi proposto que se realizem outras atividades abertas a comunidade sobre o mesmo tema em breve, com o objetivo de informar e politizar a população local.

A data foi proposta com o intuito da luta dos estudantes se somar a luta dos professores da rede estadual de ensino do estado de São Paulo, que entraram em greve no mesmo dia levantando a pauta contra a Reforma da Previdência, dentre outras.

A programação da paralisação contou com debates sobre o histórico da previdência social no Brasil, sobre a previdência dentro do capitalismo, sobre métodos de luta para barrar a reforma, dentre outros.

Com isso, os estudantes da Unesp São Vicente deram exemplo para o movimento estudantil de um modo geral e para as centrais sindicais ao ir na contramão do imobilismo destas, que adiaram em um mês a greve geral, agora chamada para o dia 31 de abril.




Tópicos relacionados

Reforma da Previdência   /    UNESP   /    Movimento Estudantil   /    Juventude

Comentários

Comentar