Internacional

ARGENTINA

Enquanto a imagem de Macri continua caindo, a maioria quer o aborto legal

73% da população opina que a gestão do Cambiemos é ruim ou péssima. Além disso, 55% tem uma imagem negativa de Macri, entre outros dados lançados por uma pesquisa com 4.000 entrevistados.

quarta-feira 8 de agosto| Edição do dia

A imagem dos governos do Cambiemos continua caindo mês a mês. Isso se pode perceber nas ruas, mas também nas pesquisas de opinião. A situação econômica, a corrupção e os acordo com os organismos internacionais estão caindo bastante, isso fica claro.

Esse é o reflexo da pesquisa de opinião pública realizada na província de Buenos Aires pela Consultora Tendencia, entre 29 e 31 de julho.

Entre os dados destacados, se pode dizer que 73% dos entrevistados têm uma imagem negativa da gestão do governos nacional, 20 pontos a mais que em novembro de 2017. E 50% opinam que é “péssima”.

A imagem de Mauricio Macri registra 55% pontos percentuais como negativa e apenas 23% como positiva. No caso de Maria Eugênia Vidal, governadora da província de Buenos Aires e do mesmo partido de Macri, a imagem negativa chega a quase 49%.

A pesquisa, que reúne mais de 4.000 entrevistados com cotas sócio-populacionais e proporção de eleitores por idade e nível educacional, também questionou sobre os principais problemas da atualidade.

Entre outras coisas, é possível saber que 52,4% da população é a favor da legalização do aborto, com uma tendência crescente, e apenas 35% é contra. É possível saber também que 63% é contra o acordo com o FMI e 88,4% das famílias tiveram que cortar gastos em seu orçamento por causa da situação econômica.

O estudo completo, em espanhol, pode ser consultado aqui.




Tópicos relacionados

Legalização do Aborto   /    Aborto   /    Mauricio Macri   /    Direito ao aborto   /    Internacional

Comentários

Comentar