DEMISSÕES NA LATAM

Enfrentar as demissões na LATAM também é uma luta dos negros: declaração do Quilombo Vermelho

quarta-feira 10 de junho| Edição do dia

A gigante aeronáutica LATAM, que já vinha pedindo recuperação judicial declarando falência e demitindo trabalhadores a nível internacional, anunciou ontem que vai efetivar um plano de 2 mil demissões no Brasil, sendo possíveis 800 dessas apenas em Guarulhos. Esse é um ataque sem precedentes a classe trabalhadora, é um verdadeiro escândalo que depois de anos de lucros bilionários as empresas joguem os trabalhadores na rua frente a uma pandemia que só no Brasil já matou pelo menos 37 mil pessoas.

Depois de expor os trabalhadores aos riscos do coronavírus, muitas vezes trabalhando sem EPIs necessários, sem liberação dos grupos de risco com remuneração e em ambiente de alta exposição como os aeroportos, a LATAM quer que esses trabalhadores não tenham como sustentar suas famílias num país onde o desemprego cresce em todas as regiões e é legalizado por Bolsonaro e seu governo de militares com suas MPs.

Sabemos que são os negros os que mais estão nas filas do desemprego e também os que mais morrem pela Covid-19, e que esse plano da LATAM só fortalece essa realidade que nos é descarregada dia a dia. Mas queremos aqui dizer aos trabalhadores da LATAM, que estão sendo colocados na rua depois de anos de trabalho e de arriscarem suas vidas, que vocês não estão sozinhos.

A fúria negra toma conta dos EUA e do mundo pela enorme brutalidade ques sofremos do Estado e suas polícias, o capitalismo mostra toda sua decadência e que não pode nos dar outra coisa senão demissões, ataques, repressão e mortes. Essa força que se mostra hoje nas manifestações é a força em que deve se apoiar cada um dos trabalhadores da LATAM e do mundo que hoje estão sofrendo com as demissões, para no Brasil defendermos nossos empregos, lutar por mais testes, EPIs, contratações na saúde, e enfrentar esse governo lutando por Fora Bolsonaro e Mourão.

Por isso, nós do Quilombo Vermelho - Luta negra anticapitalista, chamamos todos os sindicatos, partidos e figuras da esquerda, os movimentos sociais e movimento negro e todos os que saíram às ruas e apoiaram as mobilizações antifascistas e antirracistas que ocorreram no país, a também serem parte de uma enorme campanha internacional contra as demissões. Se atacam os trabalhadores, também atacam todos os negros, já que somos a maioria da classe trabalhadora brasileira e nossos inimigos, como são os patrões, Bolsonaro, Mourão e todo regime brasileiro com Maia e STF também se fortalecem.

Somos uma só classe e chamamos o conjunto dos negros que estão lutando por suas vidas e por justiça a George Floyd, João Pedro, Miguel, Marielle, a tomar para si também a luta contra as demissões em todo o país!




Tópicos relacionados

Governo Bolsonaro   /    Abaixo as demissões na Latam!   /    Quilombo Vermelho   /    Jair Bolsonaro   /    Demissões   /    Aeroviários

Comentários

Comentar