Sociedade

ARQUIVOS DA DITADURA

EUA sabiam que ditadura militar era responsável por atentando “terrorista” no Riocentro

Relatório com carimbo do Departamento de Defesa americano demonstrava que um mês após o atentado o governo americano já estava ciente de tudo.

terça-feira 22 de maio| Edição do dia

Foto: Aníbal Philot/Agência O Globo

Um relatório da inteligência americana armazenado no Arquivo Nacional no Rio de Janeiro mostra o que todo mundo já sabia: que o atentado foi planejado pelos militares. Esse documento faz parte de um lote de cerca de 700 documentos que foram divulgados pela comissão nacional da verdade e que recentemente foi criticada pelo general Villas Boas, general interventor no RJ.

Inicialmente, o atentado foi planejado para acontecer no RioCentro, durante um show comemorativo do dia dos trabalhadores, no dia 30 de abril de 1981, que contava com um público de 20 mil pessoas. A ideia era culpar grupos “terroristas” de esquerda e impedir a abertura política que estava acontecendo na época. O tiro, porém, saiu pela culatra, pois a bomba explodiu no carro onde estavam 2 integrantes do DOI-CODI: o sargento Guilherme Pereira do Rosário, que morreu, e o capitão Wilson Luís Chaves Machado, que ficou ferido. O caso foi um escândalo na época e abriu uma crise no governo Figueiredo. Apesar de estar fora da cobertura da lei da Anistia, que compara casos de tortura e violência do Estado com ações de grupo opositores, só cobrir crimes de 1964 a 1979, nenhum dos responsáveis foi punido.

Esse relatório mostra também como as íntimas relações do imperialismo americano com o regime militar, que nunca teve nada a ver com a defesa dos interesses nacionais. Apesar do regime militar ter acabado formalmente, nossa transição foi extremamente pacífica, sendo nossa constituição com um governo não eleito e sob tutela dos militares, essa relação de submissão ao imperialismo se mantém até hoje. E tudo isso vindo à tona num contexto de intervenção federal no Rio de Janeiro, em que a cúpula militar continua cumprindo seu papel apoiando o golpe institucional, inclusive chantageando o judiciário e ainda querem lançar candidaturas para defender sua agenda reacionária.

Por isso nós do Esquerda Diário exigimos o fim da intervenção federal no RJ, abertura de todos os arquivos e punição aos torturadores da ditadura!




Tópicos relacionados

Exército   /    Ditadura militar   /    Sociedade

Comentários

Comentar