Sociedade

RETORNO ÀS AULAS EM SP

Diana Assunção: “Doria já deixou mais de 35 mil professores sem salários e agora quer arriscar as suas vidas com a reabertura das escolas”

quarta-feira 2 de setembro| Edição do dia

Diana Assunção, pré-candidata da Bancada Revolucionária de Trabalhadores declarou em suas redes sobre a reabertura das escolas:

"O governador João Doria e seu secretário da educação Rossieli Sorares querem reabrir a todo custo as escolas, mesmo em meio a pandemia, que só no Estado causou a morte mais de 30 mil pessoas. Covas nas escolas municipais não é diferente. Essa reabertura está sendo levada a cabo de forma irracional, sem qualquer garantia de segurança sanitária para professores, alunos e seus familiares e pressionada pelos donos das grandes escolas particulares. Querem usar esse mês de setembro como teste para reabertura, dizendo de forma demagógica que seria para reforço escolar.

Mas qual aluno não precisaria de reforço escolar frente as dificuldades do EaD (ensino a Distância), implementado nos últimos meses de forma precária, sem nenhuma consideração aos professores e alunos?

Esse governo já deixou mais de 35 mil professores sem salários desde o início da pandemia, milhares de alunos sem merenda e sem auxílio. Agora, de forma hipócrita e irresponsável, promete um adicional nos salários, que são baixíssimos, para que os professores coloquem as suas vidas em risco. Esse adicional já está sendo chamado pelos professores de "auxílio funeral", uma vez que pressiona os professores ao retorno ao trabalho sem garantir a eles nenhum tipo de proteção real para que não arrisquem as suas vidas em troca de ter o que comer. João Doria, que junto com os prefeitos como Covas em São Paulo, é responsável pelo sucateamento dos aparelhos de saúde e quer professores e alunos paguem com suas vidas o descaso dos governos e a privatização da saúde.

Doria e Rossieli, basta de jogar com nossas vidas e de nossos alunos! Reabertura das escolas somente quando for seguro e deliberada por uma comissão de profissionais da saúde da região e pela comunidade escolar."

Doria já deixou mais de 35 mil professores sem salários e agora quer arriscar as suas vidas com a reabertura das escolas

Veja mais: Não à reabertura das escolas! Por um plano emergencial imposto pelas comunidades escolares!




Tópicos relacionados

Coronavírus   /    João Doria   /    Educação   /    Sociedade   /    Educação

Comentários

Comentar