Deputados e senadores aprovam censura na internet

Querem remover conteúdo em no máximo 24 horas da internet caso ele seja ofensivo a algum político, uma medida que só pode ser chamada de censura.

sexta-feira 6 de outubro| Edição do dia

Na madrugada de quarta para quinta-feira, foi adicionada uma emenda ao projeto de regulamentação a distribuição do fundo partidário aprovado ontem pela Câmara dos Deputados. Querem remover conteúdo em no máximo 24 horas da internet caso ele seja ofensivo a algum político, uma medida que só pode ser chamada de censura.

Segundo prevê a emenda, apenas uma denúncia de que a publicação contenha “discurso de ódio, disseminação de informações falsas ou ofensa em desfavor de partido, coligação, candidato ou de habilitado (à candidatura)” bastará para removê-la da internet em apenas 24 horas e o provedor será obrigado a encontrar a identidade do usuário.

Ou seja, qualquer pessoa poderá denunciar qualquer postagem em uma rede social, como por exemplo o Facebook e este será obrigado a remover a postagem em 24 horas, do contrário, poderá sofrer multa. Uma mera denúncia, sem ao menos passar por decisão judicial, obrigará a derrubar postagens.

Esta absurda medida da Câmara dos Deputados busca calar a amplíssima maioria da população, que hoje não confia em Temer nem na corja de golpistas que aprovam projetos, emendas e reformas que procuram acabar com as condições de trabalho, de vida e dos serviços públicos dos quais esta amplíssima maioria da população depende. Assim como o reacionário Projeto Escola Sem Partido, querem calar todas as vozes dissonantes.

Fonte da Foto: bra-curiosidades.blogspot




Tópicos relacionados

Censura   /    Governo Temer   /    Reforma Política

Comentários

Comentar