Mundo Operário

GREVE DE MOTORISTAS E COBRADORES NO VALE DO PARAÍBA

Depois de paralisação de São José dos Campos, motoristas e cobradores poderão parar em Jacareí e Caçapava.

Depois da paralisação que durou cinco horas na manha do dia 28/06, em São José dos Campos, motoristas e cobradores poderão parar em Jacareí e Caçapava. De acordo com o diretor do Sindicato dos Condutores do Vale do Paraíba, foi marcada uma reunião ontem com as empresas de ônibus para tratar o reajuste salarial pedido pela categoria.

quinta-feira 30 de junho de 2016| Edição do dia

Em São José dos Campos, a paralisação atingiu cerca de 180 mil passageiros que utilizam as 101 linhas que funcionam na cidade. O transporte ficou paralisado entre as 4h as 9h. A prefeitura informou que as vans do transporte alternativo foram autorizada a antecipar a operação. De acordo com a mesma prefeitura ‘’ "A prefeitura está tomando as providências cabíveis e irá notificar as empresas do transporte público pela ausência de comunicação prévia à população e pelo não cumprimento do mínimo da frota para o atendimento aos usuários", afirmou ontem a administração municipal. ‘’

Por sua vez, a Avetp (Associação Vale Paraibana das Empresas de Passageiros) classificou a paralisação de ‘’atitude extrema’’ e disse que o movimento dos cobradores e motorista é ilegal. A Avetp também informou que entrara na Justiça do Trabalho para ‘’barrar a paralisação e cumprir a Lei de Greve’’, o que obriga, no mínimo 80% da frota no horário de pico.

As empresas de ônibus da região metropolitana do Vale do Paraíba lucraram com os sucessivos aumentos no preço da tarifa, mas também mantendo uma política sistemática de sucateamento do transporte e negando um aumento digno para seu funcionários. Num momento de crise econômica que o país vive, esta política apenas vai fazer com que na prática, os motoristas de ônibus e condutores terminem o ano ganhando menos do que começou.

Esta é uma política criminosa por parte das prefeituras e empresas de ônibus, pois estamos vendo com a crise econômica a comida ficar mais cara, assim como o preço do aluguel subir violentamente. Todos estes elementos colocados impõem uma carestia vida aos trabalhadores, neste sentido a greve dos condutores e cobradores de ônibus do vale do Paraíba é mais do que legitima.

Como resposta a mobilização dos trabalhadores do transporte, a saída que as empresas e a prefeitura dão é criminalizar esta luta, indo contra o direito legal de greve dos trabalhadores. Os patrões e as prefeituras desrespeitam até a lei, no que diz respeito em relação aos direitos dos trabalhadores, pois querem impor aos trabalhadores uma correlação de força capaz de conseguir passar a carestia de vida.

O Esquerda Diário declara apoio incondicional a mobilização dos motoristas e condutores e se coloca a serviço de que ela triunfe.




Tópicos relacionados

Greve   /    Vale do Paraíba   /    Transporte   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar